Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Econômico Por Machado da Costa Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças.

Brasil se arrisca a tomar uma sanção econômica, diz consultoria Eurasia

Gestão ambiental do governo está colocando o país em rota de colisão com presidência de Biden, nos EUA

Por Machado da Costa 7 dez 2020, 16h21

Conforme fica mais clara a política para o meio ambiente do presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, começa também a ficar evidente quais são os grandes perdedores, neste tema, das eleições americanas. E o Brasil, na visão de Ian Bremmer, fundador da consultoria Eurasia, é o maior deles. Em relatório a clientes, Bremmer destaca que Jair Bolsonaro continua sendo um dos poucos líderes que ainda resistem a parabenizar Biden por sua vitória e que “suas políticas climáticas regressivas, combinado com níveis históricos de destruição da Floresta Amazônica, pode levar a uma relação azeda a curto prazo entre os dois governos”. “O Brasil corre o risco de sofrer sanções econômicas e até mesmo o de receber o status de pária.”

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade