Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Bolsonaro dá nome e sobrenome a quem seria culpado pelo dólar alto

Em entrevista a VEJA, presidente diz que não é culpado por tudo

Por Josette Goulart Atualizado em 24 set 2021, 19h38 - Publicado em 24 set 2021, 17h59

O presidente Jair Bolsonaro, em entrevista exclusiva a VEJA,  não teve dúvidas em botar na conta da autonomia do Banco Central e do seu  presidente, Roberto Campos Neto, a culpa do dólar alto. “O dólar está alto, mas o que eu posso falar para o Roberto Campos? Quem decide é ele, que tem independência e um mandato.” O ministro da economia Paulo Guedes, entretanto, já andou admitindo que os ruídos políticos pioram a cotação da moeda americana. Ruídos que são causados e estimulados em boa parte pelo próprio presidente Bolsonaro. O dólar fechou esta sexta-feira cotado a 5,34 reais. Há alguns meses, valia cerca de 4,90 reais. Mas a crise entre as instituições e a pauta eleitoral tomaram conta da pauta e começaram a fazer parte das projeções. O cenário foi se deteriorando.

Publicidade