Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Econômico Por Machado da Costa Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças.

AstraZeneca volta a testar vacina contra Covid-19 para certificar eficácia

Taxa de 90% foi alcançada por um erro na administração do antígeno; CEO acredita que novos testes não atrasarão aprovação

Por Machado da Costa Atualizado em 26 nov 2020, 14h18 - Publicado em 26 nov 2020, 13h38

O CEO da AstraZeneca, Pascal Soriot, afirmou, nesta quinta-feira, 26, que o laboratório que desenvolve a vacina de Oxford junto da Fiocruz voltará a realizar testes. Ele quer dirimir as dúvidas sobre a taxa de 90% de eficácia, conquistada após um reconhecido erro de dosagem. Essa taxa foi alcançada com a administração de meia dose, seguida de uma completa, enquanto que ao administrar duas doses completas a eficácia caiu para 70%.

“Agora que descobrimos o que parece ser uma eficácia melhor, temos que validar isso, então precisamos fazer um estudo adicional”, disse Soriot a jornalistas. Ele adiantou que provavelmente será um novo estudo internacional, mas que poderia ser mais rápido. Ele acredita também que isso não deve atrasar a aprovação da vacina no Reino Unido e na União Europeia, enquanto que nos Estados Unidos, o FDA levará bastante tempo para reconhecer a eficácia da vacina para o Covid 19.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade