Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

A maior empresa da bolsa vê seu lucro subir 662% beirando os R$ 40 bilhões

VEJA Mercado: Vale lucra mais, Ambev lucra mais, Multiplan lucra mais e até Gol reverte prejuízo e lucra

Por Josette Goulart Atualizado em 29 jul 2021, 11h20 - Publicado em 29 jul 2021, 08h47

VEJA Mercado Abertura, 29 de julho.

Mais uma bateria de balanços e novos recordes devem influenciar o mercado. Depois da CSN, que registrou uma alta de 1.338% no seu lucro no dia anterior, a Vale divulgou um lucro 662% maior. A diferença entre as duas é que, em valores, o lucro da Vale é quase 8 vezes maior que o da CSN. Foram cerca de 40 bilhões de reais de lucro em um único trimestre. Em dólares, foram 7,58 bilhões de dólares contra nem 1 bilhão de dólares no segundo trimestre do ano passado, quando as contas da tragédia de Brumadinho ainda influenciavam os resultados da empresa. Como a Vale é hoje a principal ação do Ibovespa, compondo mais de 12% do índice, seus resultados influenciam diretamente no mercado.

LEIA TAMBÉM: Metalúrgica do ABC investe 25 milhões de dólares em fábrica de alumínio

Outros balanços também vieram com lucros muito maiores do que no ano passado e vale destacar o caso da Gol, já que as companhias aéreas foram atingidas em cheio com a pandemia do coronavírus. Mas mesmo a Gol mostrou que conseguiu reverter um prejuízo bilionário no ano passado e neste ano lucrou 643 milhões de reais no segundo trimestre. A Ambev registrou lucro 116% maior. A Multiplan veio com lucro 32% maior. A Movida 6.556% maior.

Já o Grupo Pão de Açúcar registrou uma queda de quase 96% no seu lucro e registrou 4 milhões de reais positivos.

No cenário macroeconômico, os investidores seguem de olho nos Estados Unidos que divulgam hoje seu números de PIB.

+PIB dos Estados Unidos tem resultado decepcionante

 

Continua após a publicidade

Publicidade