Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Paulo Cezar Caju Por Paulo Cezar Caju O papo reto do craque que joga contra o lugar-comum

Maradona foi gênio da bola, não um Deus acima do bem e do mal

Comoção em torno da morte do craque é exagerada, sobretudo por parte dos brasileiros. Por que valorizamos Diego e menosprezamos Garrincha?

Por Paulo Cezar Caju 30 nov 2020, 13h52

Nunca fiquei em cima do muro e não seria agora, aos 71 anos, que eu ficaria. Maradona foi um monstro jogando bola e até uma vovozinha que não acompanha futebol sabe disso. Mas, sinceramente, acho essa idolatria exagerada. E nem falo dos argentinos, mas dos brasileiros. O que o Maradona fez, além de jogar um belo futebol, para estar sendo tratado como santo? Por que ele vem sendo reverenciado como um Deus, acima do bem e do mal?

Quando falam do Pelé nas redes sociais sempre aparece uma turma que, mesmo sem conhecer a real versão do caso, vem lembrar de uma filha não assumida pelo Rei. É incrível como pisoteamos nossos ídolos e admiramos a grama do vizinho. Maradona fez gol de mão, atuou dopado e “envenenou” os jogadores brasileiros, tudo em Copas do Mundo. Depois ainda deu entrevista em rede nacional divertindo-se com a situação, gozando do lateral Branco que bebeu a água batizada.

Maradona apareceu em público, incontáveis vezes, drogado, pagando mico, tirando onda com os brasileiros. Que exemplo Maradona foi para os jovens? O exemplo que deve ficar para os jovens é que ele poderia estar aqui até hoje, se não fosse o efeito devastador das drogas. Acho que essa idolatria deve ir até a página dois. Garrincha também teve problemas com alcoolismo e a mídia nunca o tratou com a devida relevância.

  • Se Maradona ganhou uma Copa sozinho, o “bêbado” Garrincha, o Charles Chaplin dos gramados, também. Garrincha até hoje é tratado como um coitadinho, como um matuto, um idiota, que achava que a Copa do Mundo era um torneiozinho de m…., me desculpem a expressão. Garrincha foi anos luz mais genial do que Maradona e morreu pobre. Pelé nunca fez um gol de mão, nunca batizou água dos adversários, nunca jogou dopado e, apesar de único, incomparável, sem igual, ainda é esculhambado por torcedores.

    Na internet, quando são exibidos vídeos com as jogadas preciosas do Rei muita gente diz que os marcadores eram ingênuos, que isso, que aquilo. Mas nos vídeos do Maradona fazendo embaixadinhas no treino, óóóó, que gênio!!! Vejam os vídeos de Ronaldinho Gaúcho e entendam o que é habilidade. O próprio Zico é massacrado nas redes sociais por nunca ter vencido uma Copa do Mundo, o chamam de amarelão e outros nomes impublicáveis.

    Eu mesmo fui viciado por quase vinte anos, já parei há dezoito e continuam me chamando de drogado. Se o Maradona é considerado um ídolo de carne e osso, que cometeu erros e tem fraquezas como todos nós, que seja tratado como somos, sem idolatrias e histerias. E lembrem-se, nossa grama não é sintética, não é de plástico, como a do vizinho. Nossa grama é raiz e nela surgiram gênios que encantaram o mundo, ídolos BRASILEIROS que merecem respeito. O argentino Maradona tem o meu máximo respeito. O problema é que não estamos regando nossa grama e ela vem morrendo aos poucos.

    Continua após a publicidade
    Publicidade