Clique e assine a partir de 9,90/mês
Paraná Por VEJA Correspondentes Política, negócios, urbanismo e outros temas e personagens paranaenses. Por Guilherme Voitch, de Curitiba

Manifestantes pró-Lula interrompem lançamento de livro de procurador

Em Curitiba, militantes gritaram palavras de ordem a favor do ex-presidente e chamaram procuradores da Lava Jato de 'inimigos da democracia'

Por Guilherme Voitch - Atualizado em 15 jun 2018, 19h21 - Publicado em 15 jun 2018, 17h02

Um grupo de cerca de dez apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva interrompeu aos gritos o lançamento do livro O Amigo do Direito Penal, do procurador Diogo Castor de Mattos, integrante da Força-Tarefa da Lava Jato, na noite desta quinta-feira, 14, em uma livraria de Curitiba.

Gritando palavras de ordem em defesa de Lula e chamando Mattos e os outros procuradores de “inimigos da democracia”, os manifestantes abriram uma faixa perto do local em que o procurador autografava alguns exemplares da obra.

No momento, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima , um dos principais integrantes da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, também estava presente na livraria. Houve um principio de confusão entre os militantes e um grupo que acompanhava o lançamento do livro. Após alguma discussão, os manifestantes deixaram o local.

Continua após a publicidade
Publicidade