Clique e assine a partir de 9,90/mês
Noblat Por Coluna O primeiro blog brasileiro com notícias e comentários diários sobre o que acontece na política. No ar desde 2004. Por Ricardo Noblat. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O silêncio do presidente do Congresso

Causa estranheza. Mas não causa

Por Ricardo Noblat - 27 fev 2020, 10h00

Pelo menos quatro ministros do Supremo Tribunal Federal, do total de 11, condenaram o apoio dado pelo presidente Jair Bolsonaro à manifestação de rua convocada por movimentos conservadores e patriotas contra o Congresso e a Justiça no próximo dia 15.

Dos cinco ex-presidentes da República ainda vivos, três também condenaram – Fernando Henrique (PSDB), Lula (PT) e Dilma (PT). Michel Temer (PMDB), não. Nem Fernando Collor (PTC). Quatro das seis centrais sindicais se pronunciaram na mesma linha.

O presidente da Câmara dos Deputados condenou, bem como líderes de vários partidos. Mas o presidente do Senado, que é também presidente do Congresso, preferiu calar. Nem provocado como foi, o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) disse alguma coisa.

Alcolumbre é considerado, hoje, o maior aliado de Bolsonaro no Congresso. Não só foi eleito com o apoio dele, como se empenha em satisfazer todas as suas vontades. Cobra caro por isso – cargos, verbas para obras e outros favores. Recebe e retribui.

Publicidade