Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Noblat Por Coluna O primeiro blog brasileiro com notícias e comentários diários sobre o que acontece na política. No ar desde 2004. Por Ricardo Noblat. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ministro trapalhão

Mais uma de Weintraub

Por Ricardo Noblat - Atualizado em 16 nov 2019, 08h00 - Publicado em 16 nov 2019, 07h00

No meio que veste farda e, fora dali, no meio que já vestiu, pegou mal, muito mal a mensagem postada, ontem, no Twitter pelo ministro Abraham Weintraub, da Educação. Ou da deseducação como muitos preferem, e com toda razão.

A propósito de mais um aniversário da Proclamação da República, Weintraub escreveu que ela não passou de uma “infâmia” contra o imperador Dom Pedro II. Chamou de “infâmia” o que de fato foi um “golpe”. Weintraub é um monarquista enrustido.

A História registra que a proclamação da República foi um golpe militar aplicado pelo Exército sob o comando do marechal Deodoro da Fonseca. Se dependesse dos civis republicanos, a proclamação ficaria para depois da morte do imperador.

Weintraub, portanto, está certo dessa vez. Mas ele cutucou uma ferida que não interessa à caserna ver lembrada. Advertido, o ministro tentou reparar o estrago por meio de outras mensagens enviesadas postadas também no Twitter. De pouco adiantou.

Publicidade