Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Noblat Por Coluna O primeiro blog brasileiro com notícias e comentários diários sobre o que acontece na política. No ar desde 2004. Por Ricardo Noblat. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Lula encanta as margaridas

MEMÓRIAS DO BLOG

Por Ricardo Noblat 12 ago 2018, 12h00

Texto do dia 12/08/2015

* Começa a solenidade de abertura da Marcha das Margaridas, em Brasília. É o movimento de mulheres por seus direitos. Envolve várias entidades. Conta com o patrocínio do governo federal.

* As margaridas, por meio de suas porta-vozes, ameaçam: se tocarem em Lula, elas irão para as ruas. Não ficou claro o que significa tocar. Será prender? Chamar para depor?

* Uma margarida chama atenção para o intento da direita golpista de derrubar Dilma. As demais margaridas aplaudem o discurso.

* Tem um “machista reacionário” ditando a pauta do país, alerta uma margarida. Ela não deu o nome dele. Mas eu sei quem é.

* As margaridas gritam: “Lula, guerreiro, do povo brasileiro”. O último que foi aclamado assim foi preso pela segunda vez.

* Lula continua um demagogo afiado.

* Ora: se não há ninguém, como Lula está a dizer, capaz de ameaçar a democracia entre nós, não há golpe em marcha. Estou certo?

Continua após a publicidade

* Lula ainda não descobriu um novo discurso. Repete o que sempre disse.

* Bingo! Lula encontrou os responsáveis pela crise: os Estados Unidos e a Europa, segundo diz em seu discurso às margaridas. Voltou a falar mal do Fundo Monetário Internacional. A quem ele pensa que engana?

* Lula fala dos que estão raivosos com Dilma como se eles se resumissem à oposição. Até pode ser. Mas não diz que 7 em cada 10 brasileiros rejeitam Dilma.

* Lula sabe que com esse discurso não convence os que rejeitam Dilma. Se o repete é porque está empenhado em pelo menos segurar os que o apóiam.

* Lula elogia Dilma. Para que nunca mais se lembrem que ele a critica sempre que pode e que não pode.

* Nem se quisesse Lula poderia rejeitar Dilma de público. Ela é invenção dele. Que a apresentou como uma grande gestora. Não é. Nunca foi.

* No “tempo deles”, a inflação era de 80% ao mês, relembra Lula. Que não diz que o responsável pelo “tempo deles” foi o presidente José Sarney, seu aliado.

* ‘Não tem mais volta: quem aprendeu a comer filé não quer mais comer bucho’. (Lula)

* Acabou o discurso de Lula. Não foi empolgante. Nada trouxe de novo.

Continua após a publicidade
Publicidade