Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Noblat Por Coluna O primeiro blog brasileiro com notícias e comentários diários sobre o que acontece na política. No ar desde 2004. Por Ricardo Noblat. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Hoje é o Dia de Jazz em todo o Mundo (por Flavio de Mattos)

Música

Por Flavio de Mattos Atualizado em 30 abr 2021, 03h50 - Publicado em 30 abr 2021, 15h00

Neste 30 de abril, o mundo comemora o Dia Internacional do Jazz. A data foi instituída pela Unesco em 2011, por iniciativa de seu Embaixador para o Diálogo Intercultural, o pianista Herbie Hancock. Com eventos simultâneos em todo o planeta, a iniciativa busca celebrar o jazz e incentivar seu papel na promoção de diálogo e cooperação entre diferentes culturas.

Herbie Hancock acredita que a música pode unir as pessoas, independente de suas diferenças sociais e culturais. “Reunir gente em todo o mundo para celebrar o jazz é uma maneira de promover o entendimento entre os povos e reforçar os valores de cooperação e solidariedade internacionais”, defende Hancock. “É uma forma de buscar a paz, o diálogo, o respeito à diversidade e aos direitos de todos os seres humanos”.

A programação do Dia Internacional do Jazz inclui a realização de cursos e oficinas de música, reunindo comunidades, escolas, artistas e estudiosos do jazz, em vários países. É um dia dedicado ao estudo, tanto das técnicas musicais, como também da história do jazz, suas raízes e sua herança. Neste ano, a quase totalidade dos eventos será realizada por meio virtual, inclusive o grande evento que culmina a celebração da data, o All-Star Global Concert.

Antes da pandemia, concertos memoráveis, foram realizados em algumas das grandes cidades do mundo, para celebrar o Dia Internacional do Jazz. Vale a pena rever alguns deles, que estão acessíveis na internet, como o Grande Concerto de 2015, que teve lugar em Paris, a sede da Unesco.

Outro momento histórico foi o All-Star Global Concert de 2017, realizado no Gran Teatro de La Habana Alicia Alonso, em Cuba, em que a vibração do Jazz Latino pulsava no palco, contagiando a plateia em uma imensa simbiose.

Continua após a publicidade

Contudo, nenhum deles supera em emoção e simbolismo o concerto do International Jazz Day de 2016, realizado nos jardins Casa Branca, em Washington. O presidente Barack Obama foi o anfitrião do evento. Em seu discurso de apresentação, Obama contou um pouco da história jazz e destacou a importância do gênero na cultura dos Estados Unidos.

O All-Star Global Concert deste 2021 marca o aniversário de dez anos do Dia Internacional do Jazz. Um grande concerto virtual será transmitido de diversas cidades do mundo, como Nova York, Los Angeles, Paris, Moscou, Tóquio e Rio de Janeiro. Entre as estrelas da noite estão John McLaughlin, Dee Dee Bridgewater, Joe Lovano, Marcus Miller, todos sob a direção de Herbie Hancock. O Brasil estará representado por Ivan Lins e Romero Lubambo. O concerto poderá ser visto pelas redes sociais do International Jazz Day, a partir das 18 horas deste 30 de abril.

E no vídeo a seguir, temos o encerramento do histórico concerto da Casa Branca, de 2016, com todas as estrelas do jazz reunidas, cantando Imagine, de John Lennon. Herbie Hancock explica a escolha desse tema afirmando que, ao conclamar o mundo a viver em paz, a canção reflete o mesmo espírito de solidariedade que International Jazz Day busca representar.

Flávio de Mattos é jornalista e escreve aqui sobre jazz a cada 15 dias. Dirigiu a Rádio Senado. Produz o programa Improviso – O Jazz do Brasil, que pode ser acessado no endereço: senado.leg.br/radio 

Continua após a publicidade
Publicidade