Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O pavão do Planalto

Capitão de bola cheia

“Ninguém governa governador”, ensinou Agamenon Magalhães, duas vezes governador de Pernambuco na primeira metade do século passado e quatro vezes deputado federal.

Se governador não é governável, quanto mais presidente da República. Em uma semana, Bolsonaro demitiu um dos seus ministros militares e o presidente do maior banco de investimentos.

Por tabela, enfraqueceu a ala militar do seu governo e aquele a quem chamou um dia de seu Posto Ipiranga, o antes todo-poderoso ministro Paulo Guedes, da Economia.

Não precisou enfraquecer o enrolado ministro Sergio Moro, da Justiça e Segurança Pública. Moro enfraqueceu-se sozinho, e hoje é refém de Bolsonaro se quiser sucedê-lo ou voltar a vestir a toga.

Se não bastasse, deu uma encarada no Supremo Tribunal Federal ao censurá-lo por ter criminalizado a homofobia, e no Congresso, ao dizer que precisa mais do apoio do povo do que do apoio dele.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. jose monteiro

    Está ficando cada dia mais difícil ler este novelista. Aff.

    Curtir