Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Noblat Por Coluna O primeiro blog brasileiro com notícias e comentários diários sobre o que acontece na política. No ar desde 2004. Por Ricardo Noblat. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Brasília, sem a política

A Brasilia do Palácio do Planalto, do parlamento, nada tem a ver com a Brasilia dos contribuintes

Por Mirian Guaraciaba Atualizado em 13 mar 2018, 12h01 - Publicado em 6 mar 2018, 14h00

De Brasilia, acompanha-se de longe o noticiário sobre a discutível e descoordenada intervenção militar no Rio de Janeiro. No que vai dar, onde querem chegar, o que é de fato combate ao crime e à onda de violência que assombra a população, e o que é marketing politico? Perguntas sem respostas.

Amo o Rio, encantos inigualáveis. Fobias, claro, e a insegurança que nos apavora. E o que pode nos encantar em Brasilia? Certamente, não são algumas dezenas de homens e mulheres brutos, frios e de má fé, que também a habitam e espalham imerecida e injusta má fama da cidade pelo país. Brasilia fascina o homem comum. Pela luz, a exorbitância de verde, sol, chuva, frescor, gente simpática, bons anfitriões.

  • E mais, muito mais. Família, amigos, e o que é absolutamente caro para mim: meus netos. O encantamento da renovação, do renascimento, da infância, da adolescência. Que mágica vê-los crescer, e se transformarem.

    Brasilia agrega e acolhe. A Brasilia do Palácio do Planalto, do parlamento (deputados e senadores, bom lembrar, são eleitos país afora) nada tem a ver com a Brasilia dos contribuintes, dos frequentadores dos lindos parques da cidade e dos animados bares de todas as noites. Brasilia de todos os brasileiros.

    A Brasilia dos meus cinco netos é essa cidade esperançosa, e seu estado de espirito também não se afina com os sucessivos e incompetentes governos locais. Volto ao Rio amanhã, com muita saudade do seu cenário e de caros amigos. Mas levo na bagagem a passagem de volta para estreitar laços, e não perder o espetáculo da vida, a graça, os sonhos e as fantasias de Maria Luisa, Beatriz, Guilherme, Caio e Lara. Que Brasilia os conquiste cada dia mais. E a política, que tanto nos decepciona, não os contamine pela descrença.

    Mirian Guaraciaba é jornalista, paulista, brasiliense de coração, apaixonada pelo Rio de Janeiro

    Continua após a publicidade
    Publicidade