Clique e assine a partir de 9,90/mês
Murillo de Aragão Por Murillo de Aragão

Coronavírus pior que 11/9

Para a aviação mundial, o cancelamento dos vôos entre a Europa, menos Reino Unido

Por Murillo de Aragão - Atualizado em 12 mar 2020, 16h27 - Publicado em 12 mar 2020, 16h25
Para a aviação mundial, o cancelamento dos vôos entre a Europa, menos Reino Unido, e os Estados Unidos terá um efeito mais grave no setor do que o atentado das torres gêmeas em Nova York. Os prejuízos potenciais estimados ultrapassam a 140 bilhões de dólares. Mas há quem considere que pode ser ainda maior. Inclusive causando a quebra de empresas áreas. O setor deverá viver a pior crise de sua história. 
 
Apenas a Lufthansa, uma das maiores do mundo, colocou no solo 1/4 de sua frota. No Brasil, os cortes de vôos deverão – no cenário imediato – chegar a 30% . Com ênfase nos voos internacionais. As autoridades brasileiras já estão em contato com as empresas aéreas frente ao cenário desastroso que se apresenta. Uma medida provisória para o setor pode ser editada hoje ou nos próximos  dias visando minimizar o impacto da epidemia no setor.   
Publicidade