Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Modo Avião Por Tatiana Cunha As dicas certeiras de turismo e os lugares incríveis do planeta para você planejar sua próxima viagem

As empresas aéreas nas quais há mais chance de ter um lugar vazio ao lado

Se você reza para seu vizinho de assento não aparecer para poder voar com mais espaço, saiba em quais empresas as chances de isso acontecer são maiores

Por Tatiana Cunha Atualizado em 30 jul 2020, 20h23 - Publicado em 18 jul 2018, 14h18

Para nós, simples mortais que não temos grana para voar de executiva, viajar com a poltrona ao lado vazia na econômica pode ser tão bom quanto…

Voltei há poucos dias de Los Angeles e, para minha agradável surpresa, meu voo estava suuuuuper vazio. Resultado? Uma fileira inteira de três poltronas inteirinhas para mim.

Macaca velha que sou, forrei o banco com um dos três cobertores transformando-os em uma poltrona única, embalei os três micro travesseiros com o outro cobertor para formar um travesseiro mais fofinho e me cobri com a mantinha restante.

Foram quase 12 horas de conforto quase comparáveis a uma viagem na executiva _tirando os talheres de verdade e o pão quentinho servido aos mais afortunados.

Tenho uma amiga que é a “rainha da poltrona ao lado vazia”. É impressionante! Não sei como ela consegue, mas vira e mexe ta lá ela no meu feed do Instagram com o assento livre ao lado em algum voo (né, Elo? 😉 ).

Vai me dizer que você nunca ficou rezando para fecharem logo a porta do avião e você ficar com aquele espacinho extra ao seu lado? #quemnunca

Mas preciso confessar que me dá uma certa angústia ficar sentada (geralmente embarco logo no comecinho) esperando saber se alguém vai sentar ao meu lado ou não.

Fico olhando as pessoas entrando, olhando para o número da poltrona no alto e pensando: “É este?”. Ou simplesmente torcendo para que a pessoa siga caminhando corredor adentro.

Não sei se você já reparou, mas os voos das empresas aéreas low cost geralmente são mais cheios que os das demais. Claro que os preços mais convidativos e a menor frequência dos voos oferecidos por estas empresas justificam isso.

A rota que você está voando também colabora para o voo estar mais cheio ou não. Destinos mais procurados ou com menos oferta de voos costumam estar mais cheios.

Continua após a publicidade

Mas se você acha que cada vez é mais raro voar com poltronas vazias ao seu lado saiba que você não está enganado. De acordo com dados do Flightglobal, um site especializado em aviação, o PLF (passenger load factor ou, em tradução livre, a taxa de ocupação de passageiros) aumentou bastante na última década.

Em 2005, por exemplo, as empresas aéreas tinham uma média de ocupação de 75,2% em suas aeronaves, o que representava que a cada quatro poltronas, três estavam ocupadas. Já em 2018 a média do PLF subiu para 81,7% ao redor do mundo.

Está curioso para saber qual a empresa aérea que decola com os aviões mais lotados no mundo todo?

De acordo com dados do ano passado, a líder em “superlotação” é a low cost irlandesa Ryanair, que teve em média 94,1% de seus assentos ocupados.

Mas se você quer é conforto e embarcar com a esperança de que o(s) assento(s) ao seu lado esteja(m) vazio(s), sua melhor chance é voar com a Egypt Air. A aérea egípcia é a empresa com menor taxa de poltronas ocupadas entre as cem maiores do mundo: apenas 66,5% de suas poltronas são vendidas, em média.

A segunda posição é de outra africana, a Ethiopian, com 68% de PLF. A Philippine Airlines aparece em terceiro, com 69,2% de taxa de ocupação dos assentos, à frente da Saudia (70,3%) e da All Nippon (71%), que fecham o Top 5.

Se você ficou curioso para saber os números das aéreas brasileiras, aí vão os dados…

A Latam tem PLF de 83,4% em seus voos, em média. A Avianca aparece com 81,1%. A Azul ocupa em média 79,7% dos assentos em seus voos e a Gol, 77,5%.

Abaixo reproduzo a lista das 30 aéreas com menor taxa média de ocupação em seus voos dentre as cem maiores do mundo:

  1. Egypt Air >> 66,5%
  2. Ethiopian >> 68%
  3. Philippines Airlines >> 69,2%
  4. Saudia >> 70,3%
  5. All Nippon >> 71%
  6. Garuda >> 73,1%
  7. Thai >> 73,8%
  8. South African Airways >> 73,8%
  9. Malaysia Airlines >> 74,4%
  10. Oman Air >>74,4
  11. Turkish Arlines >>74,6%
  12. Emirates >> 75,1%
  13. SAS >> 76%
  14. Austrian >> 76,1%
  15. Xiamen Airlines >> 76,2%
  16. Japan Airlines >> 76,3%
  17. Air India >> 76,3%
  18. Pegasus >> 76,4%
  19. Qatar >> 76,7%
  20. Gol >> 77,5%
  21. Alitalia >> 77,8
  22. Shandong Airlines >> 77,8%
  23. China Airlines >> 78,4%
  24. Korean Air >> 78,4%
  25. Virgin Australia >> 78,5%
  26. Virgin Atlantic >> 78,7%
  27. TAP >> 78,7%
  28. Etihad >> 78,8%
  29. Singapore >> 79%
  30. Air Asia >> 79%

 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade