Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Meus Livros Por Blog Um presente para quem ama os livros, e não sai da internet.

‘Radicalmente contra censura’, mulher veta bio de Leminski

.

Por Manoella Barbosa, de Frankfurt Atualizado em 13 ago 2018, 16h36 - Publicado em 12 out 2013, 17h52

Alice Ruiz II_Frankfurt_Manoella

Manoella Barbosa, de Frankfurt

A poeta e tradutora paranaense Alice Ruiz, vencedora do Prêmio Jabuti de Poesia em 2009, aproveitou sua passagem na Feira de Livros de Frankfurt – onde fez uma leitura de seus poemas juntamente com o poeta Paulo Henriques Britto – para falar sobre o veto dela e de suas filhas, Estrela e Aurea, à publicação da quarta edição do livro Paulo Leminski – O Bandido que Sabia Latim (Record, 378 páginas).

‘País tem o direito de saber a verdade’, diz editor da Record
Ministério Público Federal diz não à mordaça às biografias

“Eu sou radicalmente contra censura”, disse a escritora ao blog VEJA Meus Livros, em uma declaração para lá de contraditória, “mas interesses literários deveriam estar acima de interesses mercantis”. Alice e as filhas criticam a nova edição do livro pela inclusão de um parágrafo em que Toninho Vaz, o autor, narra o suicídio de Pedro, irmão de Paulo, a quem o poeta era bastante ligado.

Read more

Continua após a publicidade
Publicidade