Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Meus Livros Por Blog Um presente para quem ama os livros, e não sai da internet.

Patrícia Melo recebe prêmio em Frankfurt

.

Por Manoella Barbosa, de Frankfurt Atualizado em 13 ago 2018, 16h35 - Publicado em 12 out 2013, 19h23

A escritora Patrícia Melo foi premiada neste sábado com o Prêmio Liberatur, da Associação de Promoção da Literatura da África, Ásia e América Latina. O prêmio, no valor de 3.000 euros (quase 9.000 reais), foi concedido à paulista por ser, segundo o júri, “uma escritora sagaz, que cria personagens verossímeis e comprova como são sutis os limites entre o bem e o mal”.

Para Patrícia, que tem seis obras publicadas na Alemanha, a última delas, Ladrão de Cadáveres, lançada em setembro, disse ao receber o prêmio que uma premiação internacional comprova “o poder da literatura de transcender o espaço e o tempo e de estabelecer um diálogo com o outro, mostrando que pertencemos todos a uma mesma linhagem.”

“Patrícia representa uma literatura urbana altamente qualificada”, diz ao blog VEJA Meus Livros Manuel da Costa Pinto, responsável pela seleção da delegação brasileira de escritores presente em Frankfurt e presente na solenidade de entrega do prêmio. Segundo o curador literário, o fato de uma escritora pertencente à comitiva brasileira ganhar o prêmio “reitera a importância da prosa urbana brasileira no exterior”.

Joao Ubaldo Ribeiro II

Um livro grande – João Ubaldo Ribeiro encantou a plateia do Pavilhão do Brasil neste sábado, na Feira de Livros. O auditório, lotado, comportou fãs do autor baiano sentados pelo chão. Boa parte trazia livros do escritor a tiracolo.

O escritor, conhecido na Alemanha pelo livro Um Brasileiro em Berlim, discursou sobre o processo de criação do livro Viva o Povo Brasileiro, fazendo o público cair várias vezes na gargalhada. Perguntando sobre a inspiração para escrever a obra, Ubaldo respondeu: “Eu acho que alguns ficarão decepcionados, mas a minha intenção exclusiva foi escrever um livro grande com uma boa história”.

Após a mesa redonda, João Ubaldo assinou livros e conversou com fãs. O escritor candango João Almino também participou da mesa redonda.

‘Um pavilhão maravilhoso’ – O Pavilhão do Brasil também recebeu neste sábado a visita da ex-ministra alemã Annette Schavan. Anette, que atendia até o ano de 2012 pela pasta de Educação e Pesquisa, circulou pelo espaço desenvolvido por Daniela Thomas e se surpreendeu com que viu: “É um pavilhão maravilhoso, muito dinâmico e cheio de vida”.

Anette Schavan ainda tomou uma caipirinha antes de terminar a visita.

Continua após a publicidade
Publicidade