Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Meus Livros Por Blog Um presente para quem ama os livros, e não sai da internet.

Lila Azam Zanganeh: a poesia da felicidade

Meire Kusumoto A escritora franco-iraniana Lila Azam Zanganeh, atração desta sexta-feira da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), onde participa de mesa sobre o prazer do texto, ao meio-dia, tem apenas um livro lançado até agora, O Encantador – Nabokov e a Felicidade (tradução de José Luiz Passos, Alfaguara, 296 páginas, 42,90 reais), mas seu nome já […]

Por Meire Kusumoto Atualizado em 31 jul 2020, 05h50 - Publicado em 5 jul 2013, 10h35

Meire Kusumoto

A escritora franco-iraniana Lila Azam Zanganeh, atração desta sexta-feira da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), onde participa de mesa sobre o prazer do texto, ao meio-dia, tem apenas um livro lançado até agora, O Encantador – Nabokov e a Felicidade (tradução de José Luiz Passos, Alfaguara, 296 páginas, 42,90 reais), mas seu nome já figura na lista das apostas dos críticos literários. Em parte, isso se deve à repercussão da mistura de ensaio, romance e biografia sobre o russo Vladimir Nabokov, sobre a felicidade que ele descrevia em sua obra e sobre a paixão que a jovem escritora encontrou ao ler seus livros. Outra parte dessa aposta se deve, muito provavelmente, à trajetória de Lila, que nasceu em Paris de pais iranianos, mas mudou-se para os Estados Unidos aos 22 anos e deu aula de cinema e literatura em Harvard, colaborou com alguns dos jornais mais importantes do mundo e se tornou fluente em seis idiomas.

Read more

Continua após a publicidade
Publicidade