Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Autor de ‘Um Dia’ e fenômenos brasileiros participam da Bienal do Livro do Rio

O escritor britânico David Nicholls (Crédito: Justin Tallis/AFP)

O escritor britânico David Nicholls (Crédito: Justin Tallis/AFP)

A programação da 17ª edição da Bienal do Livro do Rio de Janeiro foi fechada nesta terça-feira e confirmou a presença de mais de 200 autores no evento que acontece entre 3 e 13 de setembro no Riocentro. Entre eles, estão fenômenos pop da literatura brasileira e estrangeira, como o escritor David Nicholls, do best-seller Um Dia (Intrínseca), Jeff Kinney, autor da série Diário de um Banana (V&R), Sophie Kinsella, da série Os Delírios de Consumo de Becky Bloom (Record) e Anna Todd, escritora de After (Paralela), série de livros eróticos inspirada na boy band One Direction.

Leia também: 23ª Bienal de SP: brasileiras desbancam best-sellers estrangeiros 

Já na lista de nomes pop brasileiros, estão o  jornalista da Globo Pedro Bial, Isabela Freitas (Não se Apega, Não), Carolina Munhóz e Sophia Abraão (O Reino das Vozes que Não se Calam), Thalita Rebouças (Fala Sério, Mãe), Paula Pimenta (Fazendo Meu Filme), Laurentino Gomes (1808, 1822 e 1889), o estilista Ronaldo Fraga, Eduardo Spohr (A Batalha do Apocalipse), Bruna Vieira (Depois dos Quinze), Pedro Gabriel (Eu Me Chamo Antônio) e Carina Rissi (Perdida).

Também fazem parte da programação os escritores Colleen Hoover, da série Slammed (Galera Record); Colleen Houck, autora da Saga dos Tigres (Editora Arqueiro); Jacques Leenhardt, filósofo e crítico de arte francês, organizador de Viagem Pitoresca e Histórica ao Brasil, de Jean Baptiste Debret; Joseph Delaney, autor da série As Aventuras do Caça-Feitiço (Bertrand Brasil), Josh Malerman, cantor e compositor da banda de rock High Strung e que lançou recentemente seu primeiro livro, Caixa de Pássaros (Intrínseca); Julia Quinn, da série Os Bridgertons; Leigh Bardugo, da trilogia Grisha; Pedro Chagas Freitas, autor português do best-seller Prometo Falhar, que será lançado em agosto pela Novo Conceito; e Raymond E. Feist, autor da Coleção Saga do Mago (Saída de Emergência).

A Argentina, país homenageado por esta edição da Bienal, marca presença com catorze escritores: Martín Kohan (Segundos Fora), Tamara Kamenszain (O Gueto/ O Eco da Minha Mãe), Eduardo Sacheri (O Segredo dos Seus Olhos), Claudia Piñeiro (As Viúvas das Quintas-Feiras), Mariana Enríquez (As Coisas que Perdemos no Fogo), Mempo Giardinelli (O Décimo Inferno), María Moreno (Teoría de la Noche), Sergio Olguín (La Fragilidad de los Cuerpos), Tute (Batu 1), Diana Bellessi (Pasos de Baile), Noé Jitrik (Historia Critica de la Literatura Argentina), Inés Garland (Una Reina Perfecta), Silvia Schujer (Hugo Tiene Hambre) e Luciano Saracino (Jim Morrison: o Rei Lagarto).

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s