VEJA Meus Livros Por Blog Um presente para quem ama os livros, e não sai da internet.

Amy não desfrutou sucesso, mostra pai em biografia

Por Maria Carolina Maia - Atualizado em 18 fev 2017, 14h31 - Publicado em 23 jul 2012, 13h43

Amy Winehouse foi feliz? Essa é uma pergunta que dificilmente terá uma resposta positiva de quem ler Amy, Minha Filha, a biografia da cantora escrita pelo pai, Mitch. O livro chega às livrarias brasileiras dia 3 de agosto, pouco depois do primeiro aniversário da morte da compositora de Rehab, que completa um ano nesta segunda-feira, 23 de julho. A biografia sai no país pela Record, com tradução de Waldéa Barcellos, 380 páginas e preço de capa de 29,90 reais.

LEIA TAMBÉM: Dez candidatas à vaga de Amy

Mesmo quando estava no auge, Amy viveu momentos terríveis na vida pessoal. Em 2007, quando Back to Black, segundo disco da cantora e aquele que a projetou mundialmente, vendia como água, sua relação com o complicado Blake Fielder-Civil a puxava para baixo. Além do vício em diferentes drogas, Blake dava dor de cabeça a Amy, porque vivia se metendo em brigas e confusão.

No trecho abaixo, cedido pela editora Record, Mitch Winehouse lembra como a filha ficou preocupada quando Blake foi a julgamento por agredir violentamente o dono de um pub. E como ele mesmo torceu para que Blake fosse preso para, assim, o casal se separar. E, ainda, como Amy viveu um turbilhão no ano de 2007.
Read more

Publicidade