Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Me Engana que Eu Posto Por Coluna A verdade por trás de manchetes falsas que se espalham pela internet. Editado por João Pedroso de Campos.

Ministro não dançou para comemorar ‘vitória’ sobre greve de caminhoneiros

Vídeo compartilhado no WhatsApp não é atual, mas de 2017, e mostra Carlos Marun colebrando derrubada de denúncia contra Michel Temer na Câmara

Por João Pedroso de Campos Atualizado em 30 Maio 2018, 19h56 - Publicado em 30 Maio 2018, 19h49

O ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo da Presidência da República, foi um dos principais representantes do governo nas negociações com os caminhoneiros durante da greve da categoria, deflagrada há dez dias, e agora é alvo de um boato que circula no Whatsapp.

Usuários do aplicativo de mensagens têm compartilhado um vídeo feito em 2017, no qual Marun aparece cantando e dançando, e afirmado que ele é atual. Com a dancinha, nas palavras dos boateiros, o ministro “comemora em tom de deboche a vitória sobre os caminhoneiros de todo Brasil”.

Reprodução/Reprodução

Como já informado, as imagens de Marun cantando e dançando foram feitas no ano passado, mais precisamente em outubro de 2017. A alegria do fiel escudeiro do presidente Michel Temer (MDB) aflorou depois que a Câmara dos Deputados derrubou, por 251 votos a 233, a segunda denúncia feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra Temer a partir das delações da JBS. As imagens foram gravadas ainda no plenário da Casa.

À época, Carlos Marun exercia mandato de deputado federal e ainda não havia sido nomeado ministro. No vídeo em que ele canta a música Tudo Está em Seu Lugar, de Benito di Paula, é possível ouvi-lo dizer claramente: “surramos mais uma vez essa oposição, que não consegue nenhuma ganhar”.

Veja abaixo:

Outro ponto questionável do texto que acompanha o boato, embora seja apenas uma opinião, é o de que o governo conseguiu uma “vitória” sobre os caminhoneiros. Apesar do arrefecimento da greve nos últimos dias e do restabelecimento do abastecimento nas cidades, as bilionárias concessões feitas pela equipe econômica de Michel Temer e pela Petrobras aos grevistas, além do desgaste político ao presidente, sugerem exatamente o contrário sobre “vencedores” e “vencidos”.

 

Agora você também pode colaborar com o Me Engana que Eu Posto no combate às notícias mentirosas da internet. Recebeu alguma informação que suspeita – ou tem certeza – ser falsa? Envie para o blog via WhatsApp, no número (11) 9 9967-9374.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade