Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Líder do PCC deu entrevista ‘assustadora’ a jornal?

Entrevista fictícia publicada por Arnaldo Jabor no jornal 'O Globo', em 2006, tem circulado como se fosse verdadeira no WhatsApp

Nos últimos dias voltou a circular, sobretudo no WhatsApp, uma entrevista fictícia com um traficante publicada na coluna do cineasta e jornalista Arnaldo Jabor, no jornal O Globo, há mais de 11 anos.

A mensagem que se espalha pelo aplicativo de mensagens, no entanto, toma a entrevista como verdadeira e a atribui a Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, líder do Primeiro Comando da Capital (PCC).

Leia abaixo um trecho da entrevista, classificada como “assustadora, mas imperdível” na mensagem:

 (Reprodução/Reprodução)

O texto, tal qual veiculado no WhatsApp, foi, de fato, publicado por O Globo na coluna de Jabor, no dia 23 de maio de 2006, com o título “Estamos todos no inferno”, como se observa no acervo do jornal (veja abaixo). Naquele mês, diante da transferência de Marcola do presídio de Avaré para o de Presidente Venceslau, cadeia de segurança máxima, o PCC desencadeou uma onda de atentados a policiais, agentes penitenciários e delegacias de polícia, além de rebeliões em presídios paulistas.

 (Reprodução/Reprodução)

A entrevista, contudo, é fictícia, e Arnaldo Jabor sequer cita o nome de Marcola. O “entrevistado” é um traficante do PCC que está preso. Na ocasião, quando o texto começou a circular como se verdadeiro fosse, Jabor esclareceu: “Eu escrevi nos jornais uma coluna em que inventei uma entrevista imaginária com um traficante preso do PCC. Na entrevista, o personagem de ficção critica o Brasil de hoje e denuncia os erros das polícias e da sociedade. É um texto do qual eu me orgulho. É legal o texto. E todo mundo gosta, mas não acreditam que fui eu que fiz. Acham que é real a lucidez do bandido”.

 

Agora você também pode colaborar com o Me engana que eu posto no combate às notícias mentirosas da internet. Recebeu alguma informação que suspeita – ou tem certeza – ser falsa? Envie para o blog via WhatsApp, no número (11) 9 9967-9374.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Se bobear vão roubar até o PCC kkkkkkkkkkkk

    Curtir

  2. Pawlo Paulo Rocha

    Tá cada dia difícil, destinguir o que é verdade ou mentira que vem de vcs da empresa.
    Parece que são pagos para vender uma notícia!?

    Curtir

  3. Cleibio Silva

    Depois da mentira que inventaram com o Bolsonaro, não dá para acreditar em nada que venha da veja. Que mentir? Então inventar pelo menos uma coisa que faz sentido. Vergonha veja!

    Curtir

  4. Hoje, na maioria dos brasileiros, não temos segurança na politica desastrosa que vem produzindo uma insegurança a nossa pais , hoje temos 85% dos políticos envolvido no lava jato ver Bolsonaro uma solução,é muito ruim, uma pessoa que tem os mesmo ideais da Venezuela que defende a repressão, aos que não sege s sua ideologia de repressor, ele é uma vergonha nacional

    Curtir

  5. Gabriel A. Shimabucoro

    Mesmas idéias da Venezuela? Você sabe que a Venezuela é pura esquerda comunista, para de acreditar nesses portais de notícias vendidos que promovem a esquerda e comece a montar sua própria opinião política, e não baseada em alguém.

    Curtir