Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Matheus Leitão Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog

Ciro Nogueira: o amortecedor de Bolsonaro que pode quebrar em dois tempos

O discurso de posse do ministro chefe da Casa Civil está sendo revogado diariamente pelo presidente

Por Matheus Leitão Atualizado em 6 ago 2021, 08h47 - Publicado em 5 ago 2021, 16h11

Ao tomar posse, o novo ministro chefe da casa civil, Ciro Nogueira, fez um discurso afirmando que será um amortecedor do governo Jair Bolsonaro nas crises, mas desde então o presidente Bolsonaro já provocou dois choques com as suas declarações. Nesta quinta, Bolsonaro voltou a falar em agir fora da Constituição, como já tinha feito na véspera, horas depois do discurso conciliatório de Ciro Nogueira.

cleardot.gif“Sabemos que a política muitas vezes provoca choques, tremores e abalos, e se me permite a comparação um tanto fora dos protocolos, gostaria que toda vez que vossa excelência (Bolsonaro) me visse, lembrasse de um amortecedor”, disse o ministro.

“Nesse momento de tanta trepidação, quero contribuir tal qual aquele equipamento que pode estabilizar, diminuir as tensões, ajudar para que essa viagem seja mais serena, confortável e estável para todos”, completou.

A ideia é ótima e a analogia, perfeita – ainda mais se tratando do governo Bolsonaro, com tantos solavancos. O problema é que, no mesmo dia em que virou o amortecedor do governo, Bolsonaro deu a entrevista à Jovem Pan falando que vai reagir fora da Constituição, falando inclusive em armas.

Nesta quinta-feira, 5, Bolsonaro insistiu e ameaçou o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Moraes acusa todo mundo de tudo. Bota como réu no seu inquérito sem qualquer base jurídica para fazer operações intimidatórias, busca e apreensão, ameaça de prisão, ou até mesmo prisão. A hora dele vai chegar porque ele está jogando fora das quatro linhas da Constituição há muito tempo”, disse.

O presidente está reclamando do inquérito das fake news, no qual foi incluído como investigado nesta semana. Mas o um assunto já é ultrapassado. O próprio pleno da corte considerou o inquérito legal, por vasta maioria.

Com tantos solavancos, ataques à constituição e a ministros do STF, não há amortecedor que aguente. O amortecedor Nogueira vai quebrar em dois tempos.

Continua após a publicidade
Publicidade