Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Queiroga já enfrenta o primeiro protesto no cargo; veja vídeos

Durante visita do ministro à Faculdade de Medicina da USP, estudantes vaiam, empunham cartazes e pedem ‘mais vacina e menos cloroquina’

Por Da Redação Atualizado em 26 mar 2021, 09h58 - Publicado em 25 mar 2021, 14h18

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, já sabia que a sua vida seria bastante difícil ao assumir o cargo em meio ao momento mais crítico da pandemia, com o país superando 3.000 mortes em menos de 24 horas pela Covid-19 e rompendo a marca das 300.000 vítimas da doença.

Mas tudo pode sempre ficar ainda mais difícil. Em visita à Faculdade de Medicina da USP nesta quinta-feira, 25, em São Paulo, com a intenção de fazer um gesto simbólico de que agora o ministério foca mais a medicina e a ciência do que na gestão Eduardo Pazuello, o novo ministro foi alvo de um barulhento protesto.

Estudantes liderados pelo Centro Acadêmico Oswaldo Cruz o receberam com vaias e aos gritos de “mais vacina, menos cloroquina”, além de cartazes criticando a situação crítica da pandemia no país.

  • Queiroga não respondeu aos manifestantes, mas, durante pronunciamento, enfatizou a importância que a medicina e a ciência terão na sua gestão. Ele também visitou o Instituto do Coração e o Hospital das Clínicas, acompanhado de outro ministro, Milton Ribeiro (Educação), e do secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn.

    Veja os vídeos do protesto:

    Leia também:

    • Pesquisa mostra que brasileiro subestimou a pandemia e culpa Bolsonaro.
    • Bolsonaro marcha firme para impor agenda ideológica no ensino.
    • Em busca do tempo perdido, UE vai restringir exportações de vacinas
    • Brasil ainda perde tempo em debates sobre a falsa dicotomia entre saúde e economia.
    • Ministério da Infraestrutura: governo espera arrecadar R$ 10 bilhões com pacote de concessões.
    • STF se prepara para julgar uma ação decisiva para a quebra de patentes.
    • O futuro incerto de Sergio Moro depois da derrota no STF.
    Continua após a publicidade
    Publicidade