Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Procurador que denunciou pedaladas critica mudar ‘regra de ouro’

Para Julio Marcelo de Oliveira, mercado deve reagir mal à sinal de que país está perdendo o controle de seu endividamento e de suas despesas

O procurador Júlio Marcelo de Oliveira, do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), criticou a intenção do Palácio do Planalto em flexibilizar a regra que impede o governo de se endividar além do valor de seus investimentos públicos. Fundamental para o controle da responsabilidade fiscal, é a chamada “regra de ouro” da Constituição.

“Se isso for feito com aval do Congresso, não será ilegal ou inconstitucional, mas será um sinal muito claro de que o país está perdendo o controle de seu endividamento e de suas despesas. É como parcelar as compras do supermercado ou a gasolina do carro. Certamente o mercado vai reagir muito mal a isso”, disse o procurador a VEJA.

Júlio Marcelo foi quem identificou e denunciou ao TCU as chamadas “pedaladas fiscais” do governo Dilma Rousseff, o que deu fundamento jurídico à denúncia por crime de responsabilidade e culminou no impeachment da petista.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s