Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Por causa de Lula, Moro e Gregorio Duvivier trocam farpas no Twitter

Após ser duramente criticado em ato pela liberdade do petista, ministro posta cinco tuítes para rebater o humorista, que devolve: 'E o Queiroz?'

O ministro da Justiça, Sergio Moro, e o humorista Gregorio Duvivier trocaram farpas no Twitter entre domingo 5 e esta segunda-feira, 6, depois que o ex-juiz rebateu críticas feitas a ele durante em um ato pela libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Curitiba, no fim de abril.

Entre outras coisas, Duvivier disse no ato que Moro “fala fino com a milícia” e que é “um sujeito fraco”, “covarde”, “um merda” e “um bosta”. E afirmou que o então juiz da Lava Jato condenou Lula, tirou o petista da corrida eleitoral e, com isso, ajudou a eleger Jair Bolsonaro, de quem hoje é ministro.

“A gente nunca pode esquecer disso: o juiz que prendeu o Lula é hoje o ministro da Justiça do sujeito que ganhou dele”, disse Duvivier ao microfone, para uma plateia de centenas de pessoas.

No domingo, Moro respondeu, sem citar o nome de Duvivier. “Penso que as declarações de baixo nível falam mais sobre o ofensor do que sobre mim”. O ministro também defendeu a liberdade de expressão e disse que não tomará nenhuma providência contra o humorista, apesar dos questionamentos feitos por seus seguidores (veja abaixo a sequência de tuítes).

 

 (Reprodução/Reprodução)

 (Reprodução/Reprodução)

 (Reprodução/Reprodução)

E, por fim, no tuíte mais curtido (57 mil), Moro deixou escapar sua preocupação com uma eventual vitória petista nas eleições presidenciais de outubro passado:

 (Reprodução/Reprodução)

Além de mais curtido, o post acima foi também o mais polêmico (gerou mais de 3.800 comentários), com vários usuários da rede social afirmando que, com a declaração, o ex-juiz estava assumindo que tinha interesse político na derrota de Lula e do PT.

 (Reprodução/Reprodução)

 (Reprodução/Reprodução)

 (Reprodução/Reprodução)

 (Reprodução/Reprodução)

Nesta segunda-feira, Duvivier entrou na conversa, com uma resposta irônica lembrando as suspeitas envolvendo o motorista Fabricio Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), que está sendo investigado por movimentação financeira suspeita, incluindo de parte dos salários de servidores do filho do presidente, quando ele era deputado estadual no Rio.

 (Reprodução/Reprodução)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Paulo Bandarra

    Duvivier mostra que é um total desqualificado. Um esquerdista da gema.

    Curtir

  2. André Liberdade de Expressão é meu direito CF Art Quinto

    Palavra de que gosto de bons humoristas! Mas Duvivier não passa de um ajudante de bobo da corte!

    Curtir

  3. antonio santos

    Resposta a esse pseudo humorista: O Queiroz está sendo investigado pelo MP do Rio de Janeiro. O Lula, foi investigado, denunciado, julgado com ampla defesa e condenado! Simples assim! Babaca!!!

    Curtir

  4. Johnny Bravo

    Não vale nem a pena dar trela a esse povinho… Deixa eles ficarem chorando…

    Curtir

  5. Geraldo Pereira

    Quem é Gregorio Duvivier? O que faz na vida?

    Curtir

  6. Moris Litvak

    Gregorio Duvivier é um esquerdopata e um péssimo artista. Fui num show dele uns 5 anos atrás, e tive vontade de pedir meu dinheiro de volta. Um lixo.

    Curtir