Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Pacheco quer criar grupo de especialistas para debater temas nacionais

Oficializado pré-candidato do PSD ao Planalto em 2022, presidente do Senado pretende fazer debates sistemáticos a partir de janeiro para orientar propostas

Por Reynaldo Turollo Jr. Atualizado em 24 nov 2021, 23h48 - Publicado em 25 nov 2021, 07h00

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), que oficializou sua pré-candidatura à Presidência da República nesta quarta-feira, 24, pretende criar um grupo de trabalho com especialistas de várias áreas e nomes fortes da academia para debater os grandes temas nacionais a partir de janeiro. A iniciativa, segundo interlocutores, visa “pensar o Brasil de forma mais sistemática” – Pacheco tem dito que o que falta ao governo atual é planejamento e atuação coordenada entre os vários ministérios.

Hoje, o senador tem recebido conselhos de nomes como Roberto Rodrigues, ex-ministro da Agricultura no primeiro governo Lula, que deverá colaborar com as propostas de campanha voltadas ao agronegócio, e Paulo Hartung, ex-governador do Espírito Santo, e Mozart Ramos, ex-diretor do Instituto Ayrton Senna, que têm sido consultados sobre temas da área da educação.

“É muito difícil fazermos um caminho de solução sem planejamento que seja sereno, equilibrado e que possa ouvir todas as vertentes. O dono da verdade normalmente é engolido pela sua própria esperteza”, disse Pacheco no evento do PSD desta quarta que oficializou seu nome na disputa.

Publicidade