Clique e assine a partir de 9,90/mês
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

No dia em que militar é preso, Moro visita agência antidrogas dos EUA

Integrante da Aeronáutica foi detido com entorpecentes em aeroporto da Espanha

Por Da Redação - Atualizado em 26 Jun 2019, 11h01 - Publicado em 26 Jun 2019, 10h27

No mesmo dia em que um militar da Aeronáutica foi detido em Sevilha, na Espanha, suspeito de transportar drogas num avião da Força Aérea Brasileira (FAB), o ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) conheceu a agência antidrogas dos Estados Unidos, a DEA (Drug Enforcement Administration), em Washington.

De acordo com o blog Radar, o militar não integra a equipe presidencial, mas estava no avião reserva que acompanha a aeronave do presidente da República nas viagens internacionais. Com a detenção do militar, a equipe do Palácio do Planalto refez o planejamento do voo de Jair Bolsonaro, que também seguiria para Sevilha, mas mudou a rota para Portugal.

Se a agenda de Bolsonaro até sua viagem ao Japão é conhecida previamente, a passagem de Moro pelos Estados Unidos foi cercada de mistérios. Os compromissos do ministro em solo americano só eram divulgados por sua assessoria após eles terem sido cumpridos. Nesta terça, último dia de sua visita aos EUA, ele também visitou o Centro Internacional de Operações e Inteligência Anticrime Organizado e o Departamento de Estado.

Publicidade