Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Líder do governo na Câmara confirmado em ato pró-Bolsonaro

Ida de Major Vitor Hugo, articulador do presidente, aos atos mostra que Planalto não está muito preocupado com possíveis ataques ao Congresso nas ruas

Por João Pedroso de Campos Atualizado em 21 Maio 2019, 17h09 - Publicado em 20 Maio 2019, 21h38

O governo Bolsonaro não parece apreensivo com a possibilidade de os protestos em desagravo ao presidente, convocados para o próximo domingo, 26, se tornarem atos de confrontação ao Congresso e piorarem a já estremecida relação entre Executivo e Legislativo. Sinal da despreocupação do Planalto é que o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), um dos responsáveis por articular o apoio a Bolsonaro na Casa, estará em pessoa na manifestação a líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), por exemplo, não demonstra grande simpatia pelos atos e por isso foi atacada pela deputada bolsonarista Carla Zambelli (PSL-SP).

A propósito, mesmo criticado por sua atuação no posto – o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), já o classificou como “muito fraquinho” –, Vitor Hugo recebeu, no domingo 19, um afago de Jair Bolsonaro. Passou três horas com o presidente no Palácio da Alvorada, casa do capitão, e lá almoçou com ele.

Publicidade