Clique e assine com até 92% de desconto
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Irmão de Ciro, prefeito no CE recebe doações de empresários que contratou

Três doadores de Ivo Gomes, cujas empresas têm contratos de R$ 5 milhões com a prefeitura de Sobral, doaram R$ 31.000 a ele na disputa pela reeleição

Por João Pedroso de Campos Atualizado em 28 out 2020, 15h38 - Publicado em 28 out 2020, 15h00

Caçula dos irmãos Ferreira Gomes, que têm como expoentes o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), presidenciável de 2018, e o senador Cid Gomes (PDT), o prefeito da cidade de Sobral (CE), Ivo Gomes (PDT), busca a reeleição em 2020 naquele que é o berço do clã pedetista cearense e onde seu grupo político é hegemônico desde 1996.

Na disputa contra Oscar Rodrigues (MDB), Ivo tem tido em sua campanha a colaboração financeira de empresários com contratos milionários em sua gestão na prefeitura. Dos 831.000 reais arrecadados pela campanha do prefeito até o momento, 31.000 vieram de sócios de empresas cujos contratos em vigor somam 5,1 milhões de reais com a Secretaria de Infraestrutura de Sobral, conforme informações da própria prefeitura. Se considerados os contratos encerrados recentemente, em 2020, o valor chega a 5,6 milhões de reais. Na resolução que trata sobre financiamento de campanhas em 2020, Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não proíbe que empresários com contratos públicos façam doações políticas.

Sócio da Copa Engenharia Ltda, Carlos Eduardo Benevides Neto doou 20.000 reais à campanha de Ivo Gomes por meio de uma transferência eletrônica no último dia 14. A empresa dele tem um contrato em vigor com a prefeitura no valor inicial de 3,4 milhões de reais para pavimentação asfáltica e “tapa buraco”, firmado em janeiro deste ano e que vai até janeiro de 2021. Outro contrato da construtora com a gestão de Ivo Gomes, no valor de 441.216 reais, vigorou entre maio e setembro de 2020, para pavimentação de asfalto nas ruas de um bairro do município.

Outro fornecedor da prefeitura cearense que fez doação à campanha de Ivo Gomes é o português Pedro David Virgílio Santiago, que colaborou com 8.000 reais, também por meio de transferência eletrônica em 15 de outubro. Ele assinou dois contratos entre a Veco BR Comércio, Exportação e Importação de Parques Infantis e Mobiliários Urbanos e a prefeitura de Sobral em maio: um deles, com valor inicial de 1.037.550 reais, é para “aquisição de aparelhos de academia ao ar livre para instalação em praças” de Sobral; o outro, com valor inicial de 590.440 reais, prevê “aquisição com montagem de parques infantis nos espaços públicos” da cidade. Os dois contratos foram assinados em maio de 2019 e valem até 22 de maio de 2021.

O irmão de Ciro e Cid Gomes ainda recebeu 3.000 reais do empresário Allan Araújo de Aguiar, dono de uma construtora que leva seu nome. A doação foi feita por transferência eletrônica em 8 de outubro. A Allan Araújo de Aguiar Construtora tem um contrato em vigor com a gestão de Ivo Gomes, no valor de 35.372 reais, para construção do acesso a uma quadra na Vila Olímpica de Sobral. A data final do contrato é 17 de dezembro. A mesma empresa também foi contratada para obras de “requalificação” de uma praça no distrito de Patos, em Sobral, em um acordo no valor de 88.534 reais, fechado em setembro de 2019 e que vigorou até fevereiro de 2020.

  • Além dos empresários com contratos na prefeitura de Sobral, os irmãos Pedro e Alexandre Grendene Bartelle, da Grendene, doaram 300.000 reais à campanha de Ivo Gomes. A empresa dos Grendene é sediada em Sobral, onde tem seis fábricas de calçados, uma fábrica de PVC e um centro de distribuição.

    A direção nacional do PDT também aportou 300.000 reais na campanha do prefeito, enquanto o empresário José Carlos Valente Pontes, outros 200.000 reais.

    Continua após a publicidade
    Publicidade