Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Eduardo Bolsonaro contrai Covid-19 e ironiza passaporte da vacinação

Deputado, que viajou para os Estados Unidos nesta semana, afirma que está bem e que passa por tratamento, sem dar detalhes

Por Da Redação Atualizado em 24 set 2021, 15h17 - Publicado em 24 set 2021, 10h03

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) confirmou na manhã desta sexta-feira, 24, no Twitter que foi diagnosticado com a Covid-19. O parlamentar visitou os Estados Unidos nesta semana, na comitiva do pai, o presidente Jair Bolsonaro, que abriu, como manda a tradição, a Assembleia Geral da ONU (Organização as Nações Unidas).

Ele afirmou que está bem e que já começou a fazer o tratamento, sem dar maiores detalhes.

No post em que confirmou a informação, ele disse que havia tomado a primeira dose da vacina da Pfizer, utiliza um discurso comum ao bolsonarismo sobre a eficácia dos imunizantes (a de que tudo ainda está em fase de testes) e aproveitou para questionar a exigência de atestado de vacinação para as pessoas circularem ou entrarem em alguns locais.

“Sabemos que as vacinas foram feitas mais rápidas do que o padrão. Tomei a primeira  dose de Pfizer e contraí Covid. Isso significa que a vacina é inútil? Não creio. Mas é mais um argumento conta o passaporte sanitário. Estudos sobre efeitos colaterais e eficácia estão ocorrendo agora”, postou.

Além do presidente Jair Bolsonaro e agora de Eduardo, outros membros da família já foram diagnosticados com a Covid: os filos Flávio e Jair Renan, a esposa de Eduardo, Heloísa Bolsonaro — quando estava grávida –, a primeira-dama Michelle e a sua avó, que morreu devido a complicações decorrentes da doença.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade