Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Economista alvo da Zelotes se afasta da campanha de Doria

Roberto Giannetti da Fonseca era o coordenador geral do programa de governo da coligação e passa a 'se dedicar a sua defesa'; ele nega as acusações

Por Guilherme Venaglia 26 jul 2018, 12h42

O economista Roberto Giannetti da Fonseca se afastou, nesta quinta-feira, da coordenação geral do programa da pré-candidatura do ex-prefeito João Doria ao governo de São Paulo pelo PSDB. Giannetti foi um dos alvos da décima fase da Operação Zelotes, deflagrada pela Polícia Federal em parceria com o Ministério Público e a Receita Federal. Foi cumprido um mandado de busca em um endereço ligado a ele.

O afastamento foi anunciado em nota emitida pela assessoria de imprensa de Doria. “A coligação Acelera São Paulo informa que o economista Roberto Giannetti da Fonseca, coordenador geral do programa de governo, decidiu se licenciar da função. O objetivo do afastamento é se dedicar à elaboração de sua defesa nas investigações da Operação Zelotes”.

Economista ligado ao PSDB, Giannetti é investigado pela suspeita de ter recebido 2,2 milhões de reais da siderúrgica Paranapanema, beneficiada em um recurso contra uma multa imposta pela Receita Federal. O economista prestou consultoria à empresa e, de acordo com o trabalho dos investigadores, teria utilizado sua influência para obter a favorável junto ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).

Em comunicado à imprensa, o economista Roberto Giannetti declara que está “aberto a prestar qualquer informação e a colaborar integralmente com a Justiça Federal para elucidação de qualquer fato relacionado a Operação Zelotes”. “Ele reafirma que aqueles que o conhecem sabem que ele sempre se pautou pelos princípios éticos e legais no relacionamento com seus clientes e com as autoridades públicas, sendo totalmente infundadas as suspeitas levantadas contra si e sua empresa”.

Continua após a publicidade

Publicidade