Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Dono da Grendene doa R$ 1 milhão a irmão de Ciro e Cid Gomes

Enquanto as doações eleitorais são proibidas pela Justiça Eleitoral, candidatos em busca de dinheiro para campanhas e empresários generosos seguem conciliando seus interesses eleitorais. Ivo Gomes, irmão mais novo de Ciro e Cid Gomes, é candidato a prefeito da cidade de Sobral (CE), berço político do clã. O caçula declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) 1.078.000 […]

Por João Pedroso de Campos Atualizado em 30 jul 2020, 21h51 - Publicado em 14 set 2016, 12h01
Alexandre Grendene Bertelle, dono da Grendene

Alexandre Grendene Bertelle, dono da Grendene

Enquanto as doações eleitorais são proibidas pela Justiça Eleitoral, candidatos em busca de dinheiro para campanhas e empresários generosos seguem conciliando seus interesses eleitorais. Ivo Gomes, irmão mais novo de Ciro e Cid Gomes, é candidato a prefeito da cidade de Sobral (CE), berço político do clã. O caçula declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) 1.078.000 reais em doações até agora, dos quais nada menos que um milhão de reais, ou 93% do caixa da campanha, saíram do bolso do bilionário Alexandre Grendene Bartelle, um dos fundadores da marca de calçados Grendene. Bartelle é sócio de pelo menos outras 18 empresas no Brasil, de siderúrgicas a empresas agropecuárias, passando por imobiliárias e fabricantes de móveis. Sua fortuna estimada é de cerca de 7,5 bilhões de reais, segundo a revista especializada Forbes. As outras sete pessoas físicas que colaboram financeiramente com a campanha de Ivo Gomes doaram valores entre 1.000 e 50.000 reais.

Publicidade