Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Datena lidera disputa ao Senado em SP; Serra terá dificuldade em reeleição

Apresentador de TV tem 27,2% das intenções de voto na corrida pela única vaga do estado em 2022; atual ocupante do posto, tucano larga com apenas 8,5%

Por Da Redação 4 Maio 2021, 17h44

O apresentador de TV José Luiz Datena (MDB) lidera a disputa pela única vaga de São Paulo ao Senado que estará em disputa em 2022, segundo levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas entre os dias 28 de abril e 1º de maio.

O âncora da Band tem 27,2% das intenções de voto e lidera isolado a corrida. O seu perseguidor mais próximo é o ex-senador e agora vereador Eduardo Suplicy (PT), que tem 16,6% — a margem de erro é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos.

Na sequência, aparecem Janaina Paschoal (PSL), a deputada estadual mais votada do país em 2018, com 9,6%, e o atual ocupante da vaga, o senador José Serra (PSDB), que tentará renovar o mandato de oito anos, com 8,5%.

Completam a lista o ex-vereador Mario Covas Neto (Podemos), com 4,6%); a medalhista de ouro olímpica Maurren Maggi (DEM), com 3,8% — em 2018, pelo PSB, ela foi a quarta mais votada na disputa ao Senado –; a ex-prefeita Marta Suplicy (Solidariedade), com 3,7%; e o ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD), com 1,7%.

No ano passado, Datena se filiou ao MDB sob a grande expectativa de que disputaria a eleição para a prefeitura paulistana, o que acabou não se confirmando. Em várias ocasiões, ele demonstrou interesse em disputar uma vaga no Senado.

A pesquisa foi feita com 1.602 eleitores por meio de entrevistas telefônicas pessoais (sem o uso de robôs) em 92 municípios do estado de São Paulo.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade