Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Confuso, voto de Rosa Weber causa perplexidade nas redes sociais

Ministra, cujo posicionamento era o mais aguardado no julgamento do habeas corpus de Lula, fez um pronunciamento cheio de idas e vindas e termos técnicos

Por Da Redação - Atualizado em 13 abr 2018, 18h58 - Publicado em 4 abr 2018, 21h02

O voto de Rosa Weber era o mais aguardado no julgamento do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), já que seu voto era considerado a grande incógnita – contrária à prisão em segunda instância, ela vinha, no entanto, seguindo o entendimento do Supremo Tribunal Federal, que é o de autorizar a execução provisória da pena.

Quando a ministra começou a falar sobre seu voto, no entanto, a ansiedade só aumentou: com um pronunciamento cheio de idas e vindas, termos técnicos, citações a juristas alemães e longas referências a outros processos, estava muito difícil detectar qual seria, afinal, o posicionamento.

As redes sociais não pouparam a ministra. Veja abaixo uma série de posts sobre o tema no Twitter:

Reprodução/Reprodução
Reprodução/Reprodução
Reprodução/Reprodução
Reprodução/Reprodução
Reprodução/Reprodução
Reprodução/Reprodução
Reprodução/Reprodução
Reprodução/Reprodução
Reprodução/Reprodução
Publicidade