Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Bolsonaro lidera com folga em MG, segundo maior colégio eleitoral do país

Levantamento do instituto Paraná Pesquisas mostra que o presidente lidera cenários para 2022 com no mínimo o dobro da intenção de votos do segundo colocado

Por Da Redação 23 fev 2021, 12h29

O presidente Jair Bolsonaro lidera com ampla vantagem todos os cenários para a disputa presidencial de 2022 em Minas Gerais, o segundo maior colégio eleitoral do país (o primeiro é São Paulo), de acordo com levantamento do instituto Paraná Pesquisas feito entre os dias 18 e 22 de fevereiro.

No primeiro cenário, com Fernando Haddad como o candidato do PT, Bolsonaro recebe 35,6% das intenções de votos, ficando bem à frente do segundo colocado, Sergio Moro, seu ex-ministro da Justiça, que tem 11%. Em seguida, com 9,5%, aparece Ciro Gomes (PDT), seguido pelo petista, com 8,4%. Haddad disputou a eleição de 2018 e chegou ir para o segundo turno com Bolsonaro. Já Ciro ficou em terceiro lugar.

Na sequência aparecem o apresentador Luciano Huck, com 7,6% das intenções de voto, que não é filiado a nenhum partido e ainda não confirmou se será candidato; o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 4,7%; o empresário João Amoêdo (Novo), com 3,7%, e o líder do movimento sem-teto Guilherme Boulos (PSOL), com 1, 7% . Não souberam ou não responderam 4,5% dos entrevistados, enquanto 13,2% disseram que pretendem votar em branco, em nenhum ou anular o voto.

Em outro cenário, com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como o candidato do PT, Bolsonaro continua na frente com folga, mas a vantagem diminui: ele aparece com 34,8% das intenções de voto, mais que o dobro do petista, o segundo colocado, com 17,1%.

Na sequência, Moro aparece com 10% das intenções de voto, seguido por Ciro (7,3%), Huck (6,1%), Doria (4,3%), Amoêdo (3,6%) e Boulos (1,5%). Não souberam ou não responderam 3,7% dos entrevistados. Já outros 11,6% dos consultados na pesquisa disseram que pretendem votar em branco, em nenhum ou anular o voto.

  • A margem de erro do levantamento é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos. O Paraná Pesquisas ouviu por telefone 1.638 eleitores, em 86 municípios de Minas Gerais.

     

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade