Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Após posse no TSE, Nunes Marques tem Covid-19 e deixa colegas apreensivos

Ministro assumiu como substituto na Corte Eleitoral em evento presencial na terça, 31. Autoridades que o abraçaram receberam notícia da infecção na quarta

Por Reynaldo Turollo Jr. Atualizado em 2 set 2021, 15h48 - Publicado em 2 set 2021, 11h58

Autoridades que estiveram na cerimônia de posse do ministro Nunes Marques como membro substituto do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), realizada presencialmente na noite de terça, 31, receberam com apreensão, ontem, a notícia de que ele está com Covid-19. Colegas de Nunes Marques na Corte Eleitoral, incluindo seu presidente, Luís Roberto Barroso, cumprimentaram e abraçaram o ministro na ocasião, que teve solenidade bastante restrita e com participantes usando máscaras na maior parte do tempo. O próprio Nunes Marques utilizou o equipamento o tempo todo. Mesmo assim, o serviço médico do tribunal orientou alguns dos presentes a se isolar nos próximos dias.

Nunes Marques, indicado ao Supremo Tribunal Federal no ano passado pelo presidente Jair Bolsonaro, assumiu no TSE a cadeira de substituto deixada pelo ministro Marco Aurélio Mello, que se aposentou em julho. A composição da Corte Eleitoral conta com um rodízio dos ministros do Supremo, três titulares e três substitutos por vez. A informação de que Nunes Marques testou positivo para Covid veio no dia seguinte à cerimônia.

Nos bastidores, interlocutores dos magistrados compararam o episódio com a posse de Luiz Fux como presidente do STF, em setembro de 2020. Naquela ocasião, ao menos seis autoridades pegaram Covid após o evento, entre elas o próprio Fux, o então presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o procurador-geral, Augusto Aras, e integrantes do STJ (Superior Tribunal de Justiça) e do Tribunal Superior do Trabalho.

Segundo o STF, Nunes Marques contraiu a Covid-19 mesmo após ter tomado as duas doses da vacina. Ontem, ele participou da sessão do Supremo por videoconferência, pois está em casa em isolamento.

Continua após a publicidade
Publicidade