Clique e assine a partir de 8,90/mês
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A disputa em Maceió: um estreante eleitoral x um campeão nacional de votos

Paraná Pesquisas mostra empate entre João Henrique Caldas, deputado com maior votação proporcional no país em 2018, e ex-procurador que debuta em eleição

Por Da Redação - 13 out 2020, 16h13

A eleição para a prefeitura de Maceió promete um embate no mínimo inusitado: de um lado o deputado federal com maior votação proporcional do país, João Henrique Caldas (PSB); do outro, o ex-procurador de Justiça Alfredo Gaspar de Mendonça (MDB), que nunca obteve um voto em uma disputa político-eleitoral na vida.

Segundo levantamento do insituto Paraná Pesquisas feito entre os dias 10 e 12 de outubro, Caldas tem 26,9% das intenções de voto contra 25,9% de Mendonça. Como a margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos, eles estão empatados tecnicamente.

Em 2018, João Henrique Caldas, que no mundo político é conhecido pela sigla JHC, obteve 178.645 votos na sua reeleição para a Câmara dos Deputados, o equivalente a 12,25% dos votos válidos do estado, um recorde no país naquela eleição. Ele é filho de João Caldas, que foi deputado federal por quatro mandatos.

Já Mendonça era o chefe do Ministério Público Estadual de Alagoas até março deste ano, quando deixou o cargo para tentar a prefeitura de Maceió. Mas a sua candidatura não é só embalada pela novidade. A coligação que encabeça tem nove partidos, e ele tem o apoio do senador Renan Calheiros e do governador do estado, Renan Filho, de quem foi secretário da Segurança Pública,

O atual prefeito da cidade, Rui Palmeira, eleito pelo PSDB, não pode mais disputar a reeleição porque está no segundo mandato. Ele deixou o partido após os tucanos locais decidirem não lançar candidatura própria – a legenda apoia Caldas, que também tem o apoio do PDT do ex-governador Ronaldo Lessa, que é o seu vice.

Veja como está a disputa:

  • João Henrique Caldas (PSB) – 26,9%)
  • Alfredo Gaspar de Mendonça (MDB) – 25,9%
  • Cícero Almeida (DC) – 9,1%
  • Davi Davino Filho (PP) – 4,0%
  • Lenilda Luna (Unidade Popular) – 2,1%
  • Josan Leite (Patriota) – 1,9%
  • Ricardo Barbosa (PT) – 1,8%
  • Valeria Correia (PSOL) – 1,6%
  • Corintho Campelo (PMN) – 0,7%
  • Cicero Filho (PCdoB) – 0,4%
  • Não sabe/não respondeu – 6,3%
  • Ninguém/branco/nulo – 19,3%

Pesquisa feita entre os dias 10 e 12 de outubro, com 680 eleitores. A margem de erro é de quatro pontos percentuais. Registrada no TSE sob o nº AL-02982/2020.

Continua após a publicidade
Publicidade