Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
lillian witte fibe Lillian Witte Fibe Por Blog Política, economia e outros temas do momento. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Parece brincadeira

Cortar o déficit cortando a corrupção? Imagina. Temer, há + de 1 ano em modo replay, vai fazer o impossível pra que os velhinhos se aposentem mais tarde.

Por Lillian Witte Fibe 4 dez 2017, 11h54

Porque dezembro chegou – ou sei lá se por outra razão – comecei a passear pelos meus textos de um ano pra cá.
Só pra dar uma olhada.
Ai que preguiça. Ai que desânimo.
Só que é proibido desanimar, certo?
Então, pra gente não perder de vista os fundamentais deveres de cidadania que temos pela frente em 2018 – eleições, eleições, eleições – dá só uma olhada nesse post, de 6 de dezembro do ano passado:
https://lillianwittefibe.com/2016/12/06/o-faz-de-conta-da-previdencia/
É inacreditável que a única peça de marketing que o governo Temer acha que tem continue sendo a mesma. No fim de semana, ele disse que vai fazer o impossível para aprovar uns remendos legislativos que se convencionou chamar de reforma da previdência.

O que mudou em 1 ano?
As manifestações acabaram.
O desemprego começou a melhorar.
A pior recessão da história acabou.
A inflação despencou.
As contas públicas pioraram (quanta manchete se gastou pra bater o bumbo do teto de gastos… Que teto que nada.)
O Banco Central reduziu o juro nominal básico, a chamada Selic, e o spread dos bancos, bem como o lucro deles, subiu.
Junto, subiram os juros do crédito ao consumidor.

Publicidade