Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Endometriose: sintomas e tratamentos

Endometriose é uma doença que afeta mulheres na fase da vida em que menstruam, ou seja, do início da adolescência à menopausa, podendo causar diversos sintomas: cólicas menstruais muito fortes, dor durante a relação sexual no fundo da vagina, dor na região pélvica fora do período menstrual, dor para evacuar ou urinar no período menstrual […]


Endometriose é uma doença que afeta mulheres na fase da vida em que menstruam, ou seja, do início da adolescência à menopausa, podendo causar diversos sintomas: cólicas menstruais muito fortes, dor durante a relação sexual no fundo da vagina, dor na região pélvica fora do período menstrual, dor para evacuar ou urinar no período menstrual e dificuldade para engravidar. Mas também, há mulheres que não apresentam nenhum sintoma!

O endométrio é um tecido vascularizado que reveste a parede interna do útero. O problema, que se configura como uma doença em que parte do sangue que deveria ser expelida fica acumulada na cavidade abdominal, é conhecido há pelo menos 150 anos, porém se percebeu (com bons resultados) somente há quinze anos que, por meio de exames de imagem como o ultrassom transvaginal e a ressonância magnética da pelve, que é possível reconhecer boa parte das lesões da endometriose. Dessa forma, muitas mulheres que apresentavam esses sintomas e não sabiam a causa passaram a ter um diagnóstico. E assim, puderam realizar tratamentos adequados para suas queixas clínicas.

Na maior parte dos casos, tratar endometriose de mulheres que têm dor e não desejam engravidar no momento significa usar hormônios anticoncepcionais e fazer os exames de imagem periodicamente. Essa escolha pode ser mantida, caso os sintomas melhorem e a doença não cresça, o que ocorre em torno de 60 a 70% das vezes. Caso contrário, a remoção cirúrgica das lesões pode ser necessária, o que contribui para a melhora clínica em 80 a 90% das pacientes. Além disso, recomendações comuns no cuidado da saúde, como boa alimentação e prática de exercícios físicos, contribuem para o sucesso do tratamento!

sergio-podgaec

Quem faz Letra de Médico

Adilson Costa, dermatologista
Adriana Vilarinho, dermatologista
Ana Claudia Arantes, geriatra
Antônio Frasson, mastologista
Artur Timerman, infectologista
Arthur Cukiert, neurologista
Enis Donizetti, anestesiologista
Ben-Hur Ferraz Neto, cirurgião
Bernardo Garicochea, oncologista
Claudia Cozer Kalil, endocrinologista
Claudio Lottenberg, oftalmologista
Daniel Magnoni, nutrólogo
David Uip, infectologista
Edson Borges, especialista em reprodução assistida
Enis Donizetti Silva, anestesiologista
Fernando Maluf, oncologista
Freddy Eliaschewitz, endocrinologista
Jardis Volpi, dermatologista
José Alexandre Crippa, psiquiatra
Luiz Rohde, psiquiatra
Luiz Kowalski, oncologista
Marcus Vinicius Bolivar Malachias, cardiologista
Marianne Pinotti, ginecologista
Mauro Fisberg, pediatra
Miguel Srougi, urologista
Paulo Hoff, oncologista
Paulo Zogaib, fisiologista
Raul Cutait, cirurgião
Roberto Kalil – cardiologista
Ronaldo Laranjeira, psiquiatra
Salmo Raskin, geneticista
Sergio Podgaec, ginecologista
Sergio Simon, oncologista

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s