Clique e assine a partir de 9,90/mês
Letra de Médico Por Adriana Dias Lopes Orientações médicas e textos de saúde assinados por profissionais de primeira linha do Brasil

Acne e consumo de chocolate: qual a relação?

A Páscoa traz à tona uma antiga questão: chocolate ocasiona e/ou piora a acne? Depende…

Por Adriana Vilarinho - 14 abr 2017, 12h00

Com a proximidade da Páscoa vem à tona uma antiga questão: chocolate ocasiona e/ou piora a acne?

A resposta é: depende… O cacau, matéria-prima do chocolate, não é o grande vilão; seu consumo não é responsável pelo surgimento de espinhas.

O surgimento ou agravamento da acne está relacionado com a ingestão de alimentos que possuem alto índice glicêmico, isso é, alimentos ricos em carboidratos (açúcares), que estimulam a produção de fatores hormonais que estão envolvidos no surgimento/agravamento da acne. É o caso dos derivados de leite e dietas ricas em gorduras, que também são responsáveis por aumentar a produção de sebo na pele e ainda ocasionam uma resposta inflamatória do organismo – o que também resulta no surgimento de espinhas.

O chocolate ao leite e o chocolate branco, por exemplo, por possuírem maior quantidade de leite e açúcares, são os mais envolvidos no aparecimento/agravamento de lesões. Já o chocolate amargo, rico em cacau não está envolvido nesse processo; inclusive ele é rico em flavonoides, que são potentes antioxidantes e têm papel importante no combate aos radicais livres no organismo.

Continua após a publicidade

Dessa forma, chocolates mais amargos com alto teor de cacau além de não fazerem mal à pele, também fazem bem para saúde – no geral. Portanto, não é todo chocolate que predispõe ao surgimento da acne.

 

 

Quem faz Letra de Médico

Adilson Costa, dermatologista
Adriana Vilarinho, dermatologista
Ana Claudia Arantes, geriatra
Antonio Carlos do Nascimento, endocrinologista
Antônio Frasson, mastologista
Artur Timerman, infectologista
Arthur Cukiert, neurologista
Ben-Hur Ferraz Neto, cirurgião
Bernardo Garicochea, oncologista
Claudia Cozer Kalil, endocrinologista
Claudio Lottenberg, oftalmologista
Daniel Magnoni, nutrólogo
David Uip, infectologista
Edson Borges, especialista em reprodução assistida
Fernando Maluf, oncologista
Freddy Eliaschewitz, endocrinologista
Jardis Volpi, dermatologista
José Alexandre Crippa, psiquiatra
Luiz Rohde, psiquiatra
Luiz Kowalski, oncologista
Marcus Vinicius Bolivar Malachias, cardiologista
Marianne Pinotti, ginecologista
Mauro Fisberg, pediatra
Miguel Srougi, urologista
Paulo Hoff, oncologista
Paulo Zogaib, medico do esporte
Raul Cutait, cirurgião
Roberto Kalil – cardiologista
Ronaldo Laranjeira, psiquiatra
Salmo Raskin, geneticista
Sergio Podgaec, ginecologista
Sergio Simon, oncologista
Walmir Coutinho, endocrinologista

Publicidade