Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Holofote Por Silvio Navarro Os personagens que estão no centro do poder. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

PSDB: a hora da conta

Cargos serão redistribuídos. Mas Temer quer saber o que pensa Alckmin?

Por Silvio Navarro Atualizado em 5 ago 2017, 17h34 - Publicado em 5 ago 2017, 17h22

O comando do PSDB recebeu a seguinte informação de um importante emissário do Palácio do Planalto: haverá um rearranjo de cadeiras na Esplanada dos Ministérios e no segundo escalão do governo. O recado diz: “Na política, tudo tem um preço”. É a fatura pela votação da bancada dividida na Câmara dos Deputados. O partido vai perder protagonismo e o PMDB cansou do divã tucano de ser ou não ser governo. O presidente Michel Temer só não tem certeza de uma coisa quando se trata de PSDB: qual é a verdadeira estratégia de Geraldo Alckmin (PSDB)? Segundo frequentadores dos gabinetes do Palácio do Planalto, isso intriga o presidente. E o tucano tem dado sinais contraditórios sobre alianças para 2018.

Publicidade