Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Felipe Moura Brasil Por Blog Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

Será que Fidel Castro está à direita de Pablo Capilé?

Por Felipe Moura Brasil - Atualizado em 12 fev 2017, 13h56 - Publicado em 19 jun 2014, 16h24

P Capilé - VejaA esquerda costuma dizer que os reacionários enxergam comunista até debaixo da cama, mas o que dizer do ninja do PT Pablo Capilé, do coletivo Fora do Eixo, após a declaração que reproduzo abaixo, feita no encontro dos blogueiros e militantes puxa-sacos do governo com o ministro e secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho?

“Dos 413 deputados, 400 são de direita. Dos 83 senadores, 60 são de direita. Dos 27 governadores, 22 são de direita. O poder é de direita, como se governa desse jeito? Como estabelecer um equilíbrio para dar uma guinada para a esquerda?”

Você aí, leitor reaça, que, para além de dois ou três parlamentares excêntricos, julgava não mais haver direita política no Brasil; que enxergava como sintoma disso o fato de que a esquerda revolucionária nacional e internacional conseguia capitalizar até a insatisfação popular antipetista; que acha a maior graça quando alguém cai no engodo de que o PSDB é de direita ou de que a CNBB representa o conservadorismo católico; que conhecia a verdadeira luta de classes no Brasil e desconhecia poderes financeiros sustentando qualquer militância de direita; que nunca viu nem meio camping digital como o do PT para seus colegas reaças virtuais, colegas esses que se informam através de cidadãos isolados sem qualquer respaldo político ou econômico — jornalistas, escritores, blogueiros, alguns já presentes na lista negra do partido —, os únicos capazes de oferecer algum apoio à população majoritariamente conservadora brasileira; e que via a direita como um corpo fortíssimo, em suma, mas sem cabeça, agora está informado, enfim, de que há 400 deputados, 60 senadores, 22 governadores — tudinho direitista, falou?

Só faltou dizer que são alunos do Olavo de Carvalho.

Publicidade

Se é para medir o extremismo de um sujeito pela quantidade de gente que ele enxerga do lado oposto no espectro político-ideológico, todo radicalismo atribuído a Pablo Capilé ainda é pouco.

Será que Fidel Castro também está à direita dele?

Não resta dúvida de que Capilé enxerga o Tea Party inteiro debaixo da cama.

Felipe Moura Brasil – http://www.veja.com/felipemourabrasil

Publicidade

Siga no Facebook e no Twitter.

Recordar é viver:

Veja também: Até Gilberto Carvalho admite: não foi só a “elite branca” que xingou Dilma. “A coisa desceu.”

Publicidade