Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Felipe Moura Brasil Por Blog Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

Petistas gastaram R$ 615 milhões com cartões corporativos, 95% em despesas secretas. TCU começa investigação

Parabéns, pagador de impostos. Você ajudou os petistas a gastar R$ 615 milhões de dinheiro público entre 2003 e abril de 2015 com cartões corporativos dos governos Lula e Dilma Rousseff. Não: você não sabe como cada um deles gastou o dinheiro que você suou para ganhar, porque cerca de 95% dessas despesas são consideradas […]

Por Felipe Moura Brasil Atualizado em 31 jul 2020, 00h54 - Publicado em 19 jul 2015, 04h39

cartões-coportaitosParabéns, pagador de impostos.

Você ajudou os petistas a gastar R$ 615 milhões de dinheiro público entre 2003 e abril de 2015 com cartões corporativos dos governos Lula e Dilma Rousseff.

Não: você não sabe como cada um deles gastou o dinheiro que você suou para ganhar, porque cerca de 95% dessas despesas são consideradas “secretas”.

Só nos três primeiros meses desse segundo mandato de Dilma, durante o qual ela sufoca as empresas e as famílias para corrigir o desajuste que as gestões petistas provocaram, foram gastos R$ 14,3 milhões com cartões corporativos, segundo a IstoÉ, sendo R$ 4 milhões apenas na Presidência da República.

Para se ter uma ideia, no ano inteiro de 2002, o governo FHC consumiu R$ 3 milhões com os cartões, 1 milhão a menos do que só a Presidência de Dilma gastou em três meses!

Continua após a publicidade

A boa notícia, dada pela revista, é que, nas próximas semanas, o TCU começará uma investigação oficial para detalhar os gastos excessivos da era petista.

O processo sigiloso foi aberto em 29 de junho e terá como relator o ministro Benjamin Zymler.

“Sob o argumento de que por razões de segurança os gastos devem ser mantidos em sigilo vem se cometendo enormes absurdos. A sociedade precisa conhecer esses gastos. Essa falta de transparência atrapalha até mesmo o TCU, que não consegue checar se houve superfaturamento e [nem] sequer as justificativas para as despesas”, disse um dos auditores do tribunal.

Por razões de segurança, é preciso tirar o PT do poder.

Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Continua após a publicidade
Publicidade