Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Felipe Moura Brasil Por Blog Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

Novo texto tira tráfico, roubo e terrorismo do pacote de redução para persuadir os delinquentes de esquerda

Antes da rejeição à redução da maioridade penal, Jandira Feghali (PCdoB-RJ) reclamou que a depredação praticada em “manifestação política” é considerada terrorismo, crime então incluído na PEC 171/93. Os esquerdistas pareciam preocupados que sua militância sub-18 anos não pudesse mais depredar ônibus, agências bancárias, estações de metrô e prédios públicos em “manifestações” como as de junho de 2013 por um mundo […]

Por Felipe Moura Brasil Atualizado em 31 jul 2020, 01h02 - Publicado em 1 jul 2015, 17h51

alx_brasil-eduardo-cunha-20150624-01_originalAntes da rejeição à redução da maioridade penal, Jandira Feghali (PCdoB-RJ) reclamou que a depredação praticada em “manifestação política” é considerada terrorismo, crime então incluído na PEC 171/93.

Os esquerdistas pareciam preocupados que sua militância sub-18 anos não pudesse mais depredar ônibus, agências bancárias, estações de metrô e prédios públicos em “manifestações” como as de junho de 2013 por um mundo melhor. Ou fazendas, claro, nas invasões de terra feitas pelo MST.

Agora, na tentativa de reverter a derrota, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e seus aliados decidiram apresentar um novo texto que suprime o trecho que incluía os crimes previstos no artigo 5º, inciso XLIII da Constituição: crimes inafiançáveis e insuscetíveis de graça ou anistia a prática da tortura, o tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins e… o terrorismo, claro. Também foi suprimida a menção a roubo com causa de aumento de pena – e a proposta pode ser votada ainda nesta tarde.

Com a liberação dos crimes frequentes dos delinquentes de esquerda, há um pouquinho mais de chances de aprovação.

Os filhos de Benedita da Silva (PT-RJ) poderão dar a sua “cheiradinha” e um coquetel molotov bem lançado será só mais uma demonstração de consciência social.

Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Continua após a publicidade
Publicidade