Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Felipe Moura Brasil Por Blog Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

Novo delator diz que pagou R$ 4,5 milhões para caixa dois da campanha de Dilma. Democraticamente eleita onde?

Repasse a João Santana não foi declarado à Justiça Eleitoral, afirma Zwi Skornicki

Por Felipe Moura Brasil Atualizado em 30 jul 2020, 22h33 - Publicado em 8 jun 2016, 20h08
Dilma Zwi

Isto, sim, é golpe, querida

O engenheiro Zwi Skornicki disse em acordo de delação premiada que pagou R$ 4,5 milhões para ajudar a financiar a campanha pela reeleição de Dilma Rousseff.

Os pagamentos foram realizados entre setembro de 2013 e novembro de 2014 diretamente para o marqueteiro do PT João Santana, a pedido do então tesoureiro do PT João Vaccari Neto, e não foram declarados à Justiça Eleitoral.

A versão do representante no Brasil do estaleiro Keppel Fels aparentemente contradiz à da mulher de João Santana, Mônica Moura.

Ela havia dito que os pagamentos na conta estavam relacionados a contratos do estaleiro Keppel em Angola, país onde o casal também prestou serviços para políticos, mas Skornicki prometeu entregar evidências como registros de reuniões e encontros que manteve com Vaccari para tratar dos repasses destinados à campanha petista no Brasil.

Continua após a publicidade

Investigadores da Lava Jato desconfiavam de que os pagamentos tinham mesmo relação com a campanha de Dilma em função das datas em que ocorreram, condizentes com o período eleitoral.

A delação ainda depende de homologação de Sergio Moro, mas o juiz costuma ser bem mais rápido que o ministro do STF Teori Zavascki para passar a caneta.

A tese de “presidente democraticamente eleita” vai ficando cada vez mais patética. #DilmaNuncaMais!

Dilma 31

Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Continua após a publicidade

Publicidade