Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Felipe Moura Brasil Por Blog Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

Dilma Rousseff lidera disputa para o livro dos recordes

Música no Fantástico é coisa do passado. Dilma Rousseff deu mais um passo importante em sua campanha para entrar no Guiness Book, o livro dos recordes. Com o cancelamento de sua visita ao Rio de Janeiro, para participar da cerimônia dos 70 anos do fim da II Guerra Mundial, no Monumento aos Pracinhas, a petista […]

Por Felipe Moura Brasil Atualizado em 31 jul 2020, 01h27 - Publicado em 7 Maio 2015, 14h24

GuinessMúsica no Fantástico é coisa do passado.

Dilma Rousseff deu mais um passo importante em sua campanha para entrar no Guiness Book, o livro dos recordes.

Com o cancelamento de sua visita ao Rio de Janeiro, para participar da cerimônia dos 70 anos do fim da II Guerra Mundial, no Monumento aos Pracinhas, a petista alcançou a incrível marca de quatro amareladas em uma única semana.

Ela já havia amarelado para falar na TV no Dia do Trabalho, no programa do PT e no Dia das Mães – sempre por medo do panelaço.

Agora, conseguiu um bônus: “será a única chefe de Estado de um país que lutou na II Guerra a não participar da comemoração do fim do conflito”, como informou a coluna Radar.

Continua após a publicidade

Com esta amarelada peso três, ela ultrapassou o PSDB e Eduardo Cunha, craques em amarelar para o pedido de impeachment.

Os oito deputados do DEM que amarelaram para o governo na votação de quarta-feira vêm mais atrás na lista de candidatos ao Guiness.

O país dos amarelões está bem representado.

Até o fim do mês, Dilma baterá todos os recordes.

Felipe Moura Brasil ⎯ http://www.veja.com/felipemourabrasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Continua após a publicidade

Publicidade