Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Felipe Moura Brasil Por Blog Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

Caiado acionará PGR contra Dilma por incitação ao crime e prevaricação

No Palácio, militante fez apologia de invasão de terras de parlamentares pró-impeachment

Por Felipe Moura Brasil Atualizado em 30 jul 2020, 23h07 - Publicado em 2 abr 2016, 15h41
Dilma bandido

Dilma assiste à incitação ao crime

Ronaldo Caiado (DEM-GO) vai ingressar na segunda-feira (4/4) com representação na Procuradoria-Geral da República contra Dilma Rousseff por incitação ao crime e prevaricação.

Na sexta (1/4), em ato oficial no Palácio do Planalto, com a presença de Dilma, o secretário de Finanças e Administração da Contag, Aristides Santos, que também será acionado pelo senador, fez uma clara apologia da invasão de propriedades dos parlamentares favoráveis ao instrumento constitucional do impeachment, incluindo imóveis particulares e seus gabinetes no Congresso Nacional.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=PkUgIdAOF8s?feature=oembed&w=500&h=281%5D

“A forma de enfrentar a bancada da bala contra o golpe é ocupar as propriedades deles, ainda lá nas bases, lá no campo. E é a Contag, é [sic] os movimentos sociais do campo que vão fazer isso. E ontem dizíamos na passeata: vamos ocupar os gabinetes, mas também as fazendas deles, porque, se eles são capazes de incomodar um ministro do Supremo Tribunal Federal, nós vamos incomodar também as casas, as fazendas e as propriedades deles”, disse o pelego do PT, equiparando protestos pacíficos contra decisões judiciais de Teori Zavascki a crimes de invasão de terras.

Caiado afirmou que a ação “não será apenas contra os pelegos da presidente, mas contra a figura da presidente que deixa claro que não tem condições morais e éticas para governar o país”.

Continua após a publicidade

“Está configurado o aval a uma prática criminosa. Dilma Rousseff comete crime de prevaricação: tem conhecimento do crime e permite que ele aconteça. O Brasil todo sabe que o PT endossa invasões, assassinatos e sequestros. O que não imaginávamos é que haveria uma autorização explícita a crimes dentro do Palácio do Planalto com a presença da presidente da República. Dilma está estimulando a bandidagem dentro do Planalto ao declarar guerra ao direito de propriedade e incitar a invasão criminosa. O PT não é um partido, é uma organização criminosa”, disse o líder do Democratas.

No documento, Caiado aponta também as difamações feitas no Palácio contra o juiz Sérgio Moro, responsável pelo processo da operação Lava-Jato.

“Dilma está se comportando como presidente dos presidiários da Papuda.”

Este blog só não sabe quando é que ela foi outra coisa.

Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Continua após a publicidade

Publicidade