Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Felipe Moura Brasil Por Blog Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

Alckmin proíbe ato pró-governo na Paulista durante manifestação anti-PT de 13 de março

Proibição é para "garantir a tranquilidade". Xô, mortadela!

Por Felipe Moura Brasil Atualizado em 30 jul 2020, 23h20 - Publicado em 8 mar 2016, 17h56

Geraldo Alckmin (PSDB-SP) barrou a militância petista do verdadeiro ato popular de 13 de março na Avenida Paulista.

“Havia uma solicitação para ter outra manifestação no sentido contrário e nós dissemos que no mesmo local não pode. Esse pleito a favor do impeachment, contra a corrupção, já estava agendado há mais de um mês”, disse o governador de São Paulo à Rádio Jovem Pan.

Alckmin afirmou que a proibição é para “garantir a tranquilidade”, de modo que só poderão se manifestar no local grupos como o Vem Pra Rua, Movimento Brasil Livre, Revoltados Online e demais cidadãos que pedirão a saída de Dilma Rousseff da Presidência e farão protestos contra Lula e PT.

Insuflada pelas atitudes e declarações irresponsáveis de Lula, Dilma, Rui Falcão e Gilberto Carvalho, a turma da mortadela vinha ameaçando provocar tumultos e confrontos durante a manifestação de domingo, na intenção de amedrontar as pessoas de bem e evitar a adesão em massa.

O Palácio do Planalto tentou amenizar na segunda-feira a irresponsabilidade vazando para a Folha que Dilma decidiu atuar para evitar confrontos (que ela própria insuflou durante sua visita a Lula às custas do povo).

Alckmin atuou a suposto pedido de Dilma.

Continua após a publicidade

Este blog o esculhambou muitas vezes pelo egoísmo de preferir o desgaste lento da petista até 2018, já que uma eleição prévia beneficia Aécio Neves e o impeachment poderia dar poder a José Serra em um governo de Michel Temer.

Dessa vez, o maior aliado tucano de Dilma ao menos cumpriu sua obrigação de garantir a segurança pública.

O ato na Avenida Paulista está marcado para 15h30.

Vem pra rua, Brasil!

Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

 

Continua após a publicidade
Publicidade