Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Prova Brasil: o que sua escola pode fazer para melhorar o desempenho dos alunos

Uma condição básica reside num bom diretor, bem preparado, experiente e com condições de gerenciar o seu pessoal. A outra é um corpo de professores bem preparados e motivados.

Este é o último post de uma série publicada neste espaço sobre os resultados da Prova Brasil 2015, divulgados recentemente pelo MEC. Veja aqui a lista completa de posts

Há muitas políticas que podem assegurar boas escolas. Mas políticas se implementam pela mão dos homens. E mesmo à falta de boas políticas há muito que um gestor pode fazer para criar e manter uma boa escola.

As evidências são claras: uma boa escola é aquela em que todos alunos avançam, atingem os níveis adequados e muitos deles os superam. Atingir os níveis inclui sobretudo as competências acadêmicas, mas também o desenvolvimento de habilidades sociomocionais e o desejo de continuar a aprender, crescer e contribuir produtivamente para a coletividade. Portanto, a escola boa é aquela que ajuda os alunos de todos os níveis a se autossuperar, ela vai além daquilo que seria de se esperar apenas por conta do que os alunos trazem de casa.

O que uma escola pode fazer varia muito com o seu nível. Na Educação Infantil, pré-escola e séries iniciais o impacto da escola pode ser gigantesco. Nas séries finais os colegas com quem o aluno interage pode ter um efeito ainda maior do que a família e a escola. No Ensino Médio quase tudo depende do talento e do esforço individual – para o que é fundamental assegurar opções para que o aluno se envolva com maior empenho. Nos países desenvolvidos, 40% ou mais dos alunos do Ensino Médio frequentam escolas técnicas e os alunos que frequentam cursos acadêmicos geralmente podem trilhar trajetos opcionais.

O que ajuda pouco: aumentar a carga horária, os dias letivos, as horas de aula, reduzir o tamanho das turmas.  Pode até atrapalhar, quando isso retira o foco do diretor da escola das questões acadêmicas.

O que atrapalha muito: professores relapsos, mal preparados, impontualidade, falta de disciplina, falta de um programa de ensino claro.

O que funciona: um ambiente e um clima escolar que ajuda todo mundo a aprender; motivar os alunos; dar oportunidades e desafios para o aluno aprender; um programa de ensino claro com expectativa claras; meios, materiais e estratégias de ensino adequadas à condição do corpo docente; atividades físicas diárias, especialmente  atividades breves durante e entre aulas; realizar testes e avaliações frequentes e tomar medidas corretivas em função dos resultados; ajudar os alunos com maior dificuldade; atrair e manter professores bem preparados; usar estratégias de ensino apropriadas às condições da escola; estabelecer um equilíbrio entre autonomia, colaboração e compromisso dos professores. Nunca deitar sobre os louros, procurar melhorar sempre.

Uma condição básica reside num bom diretor, bem preparado, experiente e com condições de gerenciar o seu pessoal. A outra é um corpo de professores bem preparados e motivados. O essencial: alunos motivados para aprender e compenetrados. O único trabalho infantil permitido na legislação brasileira é estudar.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    CELSO SILVA DE CARVALHO

    Um bom Diretor de Escola é fundamental. Não dá para pensar em promover melhorias sem que se tenha bons Diretores (inclusive Reitores) nas Escolas.

    Curtir