Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Dora Kramer Por Coluna Coisas da política. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Porteira aberta

Lira passa “boiada” na Câmara enquanto Senado se ocupa da CPI

Por Dora Kramer Atualizado em 14 Maio 2021, 11h42 - Publicado em 14 Maio 2021, 11h41

Enquanto as atenções estão praticamente todas voltadas para a CPI da Covid, no Senado, na Câmara o presidente Arthur Lira presta inestimáveis serviços ao Palácio do Planalto, coisa que ainda não tinha tido a oportunidade de fazer, devido à vigilância da opinião pública, desde que foi eleito para o cargo com o apoio de Jair Bolsonaro.

Nos últimos dias foi aberta a porteira para a passagem de três “boiadas”, para usar a expressão do ministro Ricardo Salles ao defender que o governo aproveitasse o foco da imprensa na pandemia para afrouxar normas de proteção ao meio ambiente.

Neste ponto específico, a Câmara aprovou e enviou ao Senado projeto de lei que dispensa a obtenção de licença ambiental para diversas atividades potencialmente danosas. As outras duas boiadas são a mudança do regimento interno para restringir a atuação da minoria e a instalação da comissão especial que examinará a proposta do voto impresso.

É uma maneira de compensar o governo dos vários e pesados revezes que vem sofrendo na CPI da Covid.

Continua após a publicidade
Publicidade